A IMPORTÂNCIA DO PREPARO PSICOLÓGICO DOS ATLETAS

Próximo da abertura dos jogos olímpicos percebe-se um clima de grande expectativa de ambos os lados, competidores e torcedores ficam ansiosos aguardando o grande momento. Fato este natural nesse cenário olímpico, o ambiente competitivo gera ansiedade e isso pode afetar a saúde dos atletas. É importante destacar que a ansiedade exagerada causa inúmeros danos à saúde e no período de competição não é nada favorável para o desempenho dos atletas.

Outro inimigo também nesse período é o estresse que em nível exagerado pode contribuir para um AVC, portanto é fundamental identificar as causas do estresse e tratá-las, saber controlar essas reações principalmente em atletas de alto rendimento. A presença de um profissional de psicologia nesse processo é muito importante, cada pessoa tem sua história, cada caso é um caso e precisa ser investigado minuciosamente para evitar diagnósticos precipitados.

Em toda competição o equilíbrio emocional e o preparo mental tem sua importância e traz inúmeros benefícios a saúde, contribuindo assim para um excelente desempenho dos atletas. Muitos optam se excluir do mundo externo, vivendo somente para a competição, sem contato com seus familiares e acreditam que assim terão um bom desempenho. É fato que os fatores psicológicos influenciam no desempenho físico dos atletas e o trabalho do psicólogo é compreender como a participação nessas competições afeta o desenvolvimento emocional, a saúde e o bem estar de cada um dentro do seu contexto.

Esse trabalho psicológico é extremamente importante para ajudar o atleta a manter o foco como também controlar suas emoções. Destacando que além de trabalhar a parte física, trabalhar a mente é necessário para manter-se firme em seus objetivos fortalecendo seus pontos fortes sem desistir de seus verdadeiros sonhos. Enfrentar os desafios diários não é nada fácil, porém desistir é muito pior, fato este que pode levar a depressão. Percebo que na maioria dos casos, os maiores desafios são internos, ou seja, lutar contra seus próprios fantasmas é talvez a parte mais difícil. Todos nós temos nossos medos, nossa insegurança e cabe a nós decidir como vamos lidar com isso. Existem algumas técnicas que podem ajudar nesse processo.

Pensamento positivo, Meditação, Yoga, ter uma boa noite de sono, uma alimentação saudável, conhecer-se melhor, visualização de imagens e repetições de frases motivadoras são técnicas que fortalecem e ajudam no equilíbrio mental. Quando você ocupa a mente com pensamentos positivos, não tem espaço para pensamentos negativos, frases como: “eu posso”, “eu consigo”, “eu sou capaz” estimulam nosso cérebro e nos encorajam nesse processo, é a vitamina da energia positiva a nosso favor e não tem contraindicação. O equilíbrio entre o corpo e a mente é essencial para nosso sucesso profissional, nossa saúde e bem estar!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Ter uma boa noite de sono contribui para se obter bons resultados;
  • O Controle do estresse e ansiedade é fundamental para se manter o foco;
  • Ter uma boa alimentação;
  • Determinação;
  • Pratica de yoga ou meditação;
  • Pensamento positivo;
  • Evite pessoas negativas;
  • Concentração sempre;
  • Desenvolva a sabedoria para usá-la no lugar certo na hora certa;
  • Faça uma higiene mental, jogue fora o que não lhe serve;
  • Nem sempre somos o que pensamos ser, é preciso o aperfeiçoamento contínuo;
  • Desistir jamais de nossos sonhos;
  • Monte uma estratégia;
  • Conheça-se melhor;
  • Fortaleça seus pontos fortes para que os pontos fracos não te limitem;
  • Melhore suas Relações Interpessoais;
  • Quando as coisas saírem do controle procure um psicólogo.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Deixe uma resposta