inveja

Quando a inveja vira doença

 

Inveja: Por que será que a grama do vizinho é sempre mais verde que a sua? Ou por que tudo da certo para ele e não pra mim? Sentimentos como esse muitas vezes viram obsessão ou contribuem para o adoecimento do indivíduo. Podemos destacar inúmeros motivos que levam algumas pessoas a alimentarem esse sentimento negativo, que traz muito sofrimento para quem tem e quem é perseguido pelo invejoso.

A inveja

O invejoso também é uma vitima de si mesmo. Porque ele nunca esta feliz, mesmo conseguindo o objeto desejado ele não consegue satisfazer o desejo de possuir o que o outro tem.

Segundo o dicionário a inveja é o desejo violento de possuir o bem alheio. Também considerada um dos pecados capitais porque uma pessoa invejosa ignora suas próprias bênçãos e prioriza o status de outra pessoa no lugar do próprio crescimento espiritual, o desejo exagerado por posses, status, habilidades e tudo que outra pessoa tem e consegue é um sentimento maléfico que traz danos para os dois lados, porque no fundo o invejo não é feliz, principalmente por ignorar tudo o que é e possui para cobiçar o que é do próximo.

A inveja é frequentemente confundida com o pecado capital da avareza, um desejo por riqueza material, a qual pode ou não pertencer a outros. A inveja na forma de ciúme é proibida nos Dez Mandamentos da Bíblia. Do latim invídia, que quer dizer olhar com malícia. Mas como se defender dos olhares negativos de indivíduos que muitas vezes se fazem de amigos e na verdade são vampiros, que sugam toda nossa energia nos deixando às vezes de cama. E quem disse que inveja não mata? Mata sim!!!

Em todos os aspectos esse sentimento ruim transmite uma energia pesada, adoece o outro e até chega à violência psicológica, agressões físicas e pode levar a morte. Conta a Bíblia que por Deus ter aceitado a oferta generosa de Abel em detrimento da oferta avara de Caim, este movido pela inveja matou o próprio irmão. Portanto mata e muitas vezes faz a pessoa perder a própria identidade.

É importante frisar que a inveja é consequência de vários fatores um deles é a frustração, a baixa autoestima e a autoconfiança desequilibrada, fatores esses que contribuem para que o indivíduo crie essa obsessão pelo bem alheio. Para eliminar esse sentimento é preciso encontrar suas qualidades, reconhecer seus valores, olhar para si e resgatar sua autoconfiança. E fazer sempre aquela temida pergunta: Como eu me vejo? E quando esse sentimento negativo vir mude o foco.

O mais importante em tudo isso é não se deixar contaminar com pensamentos negativos. Se as coisas não aconteceram, você vai tentar de novo, o pensamento positivo faz toda diferença em nossa vida. Uma atitude otimista faz um bem danado! Norman Vicent Peale, autor de O Poder do Pensamento Positivo, em 1952 já dizia: “Mude seus pensamentos e você mudará seu mundo”. É importante fazer nossa mente trabalhar a nosso favor.

Procure ajuda se há algo te tirando do foco, que não consegue controlar, que esta dificultando sua relação com seus amigos, sua família, converse com um profissional. Viver de bem com a vida é fundamental para se adquirir mais qualidade de vida!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Ame-se;
  • Pensamento positivo sempre;
  • Pratique meditação;
  • Aprenda a ver o lado bom da vida;
  • Contribua com seu bem estar;
  • Descubra suas próprias qualidades;
  • Resgate sua autoestima;
  • Seja feliz sem ferir o outro.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

Matriz: AV. Cláudio Protilho, N.º 365 Eliza Miranda Mall – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – CEP: 69077-738.

 Unidade I: Adianópolis.

 Unidade II: Vieiralves

 (92) 99127-6558

 dilza@dilzasantos.com.br

A MULHER DO SÉCULO 21

Clique aqui e confira a matéria diagramada

O Dia da Mulher! Não acho que tenha apenas um dia da mulher, o dia da mulher é todos os dias, todas as horas, todos os segundos… A cada segundo que ela tenta se reinventar para se enquadrar nesta sociedade que vem passando por mudanças constantes, sociedade esta, que vem caminhando em passos lentos para reconhecer realmente o papel dessa mulher na sociedade.

Por muitos anos a maternidade foi o papel principal da mulher, hoje muitas mulheres deixam a maternidade em segundo plano e investem em suas carreiras, planejam quando viver esse momento único, até porque os conflitos, a insegurança é uma característica muito forte da mulher quando se torna mãe. Desafio este que somente as mulheres podem decifrar.

A mulher na maioria das vezes vê a casa como um segundo emprego e o homem vê a casa como um lugar de repouso. Mesmo passando o dia inteiro no trabalho ao regressar para casa, vai cuidar dos filhos, da cozinha, do cachorro, entre tantas coisas e com isso acumula funções e chega à exaustão. E mesmo aquelas que não trabalham fora também tem uma rotina extremamente cansativa e a noite tem que estar linda e maravilhosa para seus maridos e quando dizem aquela pequena frase “Estou muito cansada” o marido diz: cansada do quê?

Enfim se passará anos e dificilmente os serviços domésticos serão vistos como uma sobrecarga. Para as mulheres que criam seus filhos sozinhas essa carga é maior afetando muitas vezes a mente, o físico criando espaço para um estresse descontrolado.

Segundo dados do IBGE, 38% das famílias são chefiadas por mulheres e elas 87% das famílias sem cônjuge e com filhos. Apesar disso, as brasileiras são as que menos retornam da Licença Maternidade e decidem adiar esse retorno por diversas razões. Entre elas, destacamos o fato de que a Licença Maternidade no Brasil que é três vezes menor quando comparada a países desenvolvidos como Noruega e Reino Unido.

Outro fator importante é a culpa que muitas mulheres enfrentam por ter que deixar seu filho aos cuidados de outra pessoa (babá, avó, escolinha) e culpa também por desejar retornar ao trabalho. Um dos desafios enfrentados também é o fato das mulheres continuarem ganhando salários menores que os homens.

Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No ano, as mulheres receberam em média 74,5% da renda dos homens – em 2013 o percentual era 73,5%. Mesmo formando a parte majoritária da população brasileira, as mulheres ainda estão em condições desfavoráveis com relação aos homens no mercado de trabalho.

Além de ser minoria entre as pessoas empregadas (cerca de 42% do contingente nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre em janeiro do ano passado, segundo o IBGE). Podemos destacar que apesar das diferenças e dificuldades enfrentadas a mulher é única e capaz de vencer as adversidades de seu cotidiano. Parabéns Mulher!!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa entrevista ?
Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

BEIJAR FAZ BEM A SAÚDE E MELHORA O HUMOR

É fato que o beijo é uma demonstração de afeto entre as pessoas e existem diversos tipos de beijos. O beijo na orelha, no nariz, no olho, no queixo, na boca entre muitos outros. Pesquisas de vários especialistas já revelaram que o beijo faz bem a saúde, entre seus inúmeros benefícios emagrece. É importante frisar que não se pode sair beijando todo mundo é preciso se ter a química, a sintonia, sentir-se envolvido afetivamente, porque um beijo sem sentimento é um desastre!

O beijo tem seus benefícios quando é envolvido por um sentimento, um laço, onde não se resume a uma relação de namorados, o beijo esta presente em todas as relações, entre amigos, de pais com seus filhos e seres humanos com seus animais. O beijo da mãe no filho fortalece os vínculos, transmite amor, demonstra um afeto imenso e esse contato é benéfico para essa criança porque ela sente-se amada, acolhe e passa segurança. Sigmund Freud achava que a origem do beijo estava no modo como os bebês se alimentavam. Freud considerava o beijo como a busca do seio da mãe nos lábios dos outros. Podemos dizer que o beijo esta presente desde o nosso primeiro amor verdadeiro.

Em uma pesquisa de médicos e psicólogos alemães concluiu que aqueles que beijam, faltam menos ao trabalho por motivo de doença do que aqueles que não beijam. Aqueles que beijam, também sofrem menos acidentes no trabalho, ganham 20 a 30 por cento a mais e vivem aproximadamente cinco anos a mais e os homens que recebem um beijo da pessoa amada antes de ir ao trabalho são mais produtivos. Então podemos dizer que o beijo é benéfico e motivacional.

Outro fator interessante é que para beijar, o ser humano movimenta 29 músculos (12 dos lábios e 17 da língua). Um beijo apaixonado pode significar a aplicação de uma pressão de 12 quilos sobre os lábios. Já um beijo dado em um bebê pode ser pesado em gramas.

Enfim neste dia 13 de abril em que se comemora o dia do beijo, pode-se comemorar com muitos beijos, beijos do bem, beijos em pessoas que somam, que nos fazem bem, que contribuem para nosso dia ser mais feliz, beije sua mãe, seu filho, seu amor, seu amigo, pessoas que você tem ao seu lado e que sempre estão torcendo positivamente por seu sucesso. O beijo do bem transmite energia positiva e contribui para um dia produtivo com bom humor. Portanto vamos praticar o beijo do bem transmitindo muita energia positiva e amor ao próximo.

Feliz dia do Beijo!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Beije com amor;
  • Estabeleça uma ligação olho no olho com seu parceiro e crie uma fonte única de energia para os dois;
  • Sempre que sair pela manha beije seu parceiro;
  • Ao encontrar alguém que você goste muito dê-lhe um beijo no rosto ou na testa mentalizando coisas boas;
  • Trabalhe sua timidez e capriche no beijo;
  • Não saia beijando qualquer um, um beijo que envolve sentimento é muito mais gostoso;
  • Procure observar onde seu parceiro gosta de ser beijado;
  • Abrace, beije demonstre carinho;
  • Se não gosta de beijar converse com seu parceiro, um beijo sem vontade é um desastre;
  • Desconecte-se dos aparelhos eletrônicos e curta seu parceiro com muitos beijos;
  • Não pare de respirar ao beijar, é preciso inspirar profundamente, sincronizar o ritmo respiratório com o do parceiro e sentir o prazer do beijo.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

A CRISE E SEUS EFEITOS PSICOLÓGICOS

Clique aqui e confira a matéria diagramada.

Atualmente vivemos em uma atmosfera pesada, coberta de dúvidas e incertezas, onde a insegurança aumenta a cada segundo, inúmeras pessoas perdendo seus empregos e o medo toma conta daqueles que sentem-se ameaçados profissionalmente. A crise financeira é uma porta aberta para outras crises, infelizmente o medo de não ser capaz de sustentar suas necessidades básicas, a ameaça de não ter o mesmo padrão de vida contribui para o desequilíbrio emocional, afeta a autoestima, as relações interpessoais e o mais preocupante pode levar a depressão.

Infelizmente essa instabilidade contribui para o adoecimento do indivíduo com o aumento da ansiedade, estresse, insônia, transtornos alimentares, uso de álcool ou até o suicídio. É importante frisar que cada indivíduo vivência esse momento de instabilidade de acordo com sua estrutura psicológica. Pessoas negativas, com autoestima baixa, que já passaram por uma crise emocional recente, estão mais vulneráveis.

Recentemente conversei com um grupo de pessoas em uma determina empresa onde estão vivenciando um clima instável, acorda-se todos os dias com aquela sensação que “será que é hoje”. E pergunto: Será que essas pessoas estão produzindo bem? Será que aqueles que estão manuseando máquinas pesadas estão com a atenção necessária? Percebo que o risco de um acidente de trabalho neste clima não é difícil, afinal a atenção esta comprometida, a ansiedade esta acima do esperado.

O cenário é preocupante, vive-se uma crise em todos os aspectos, percebe-se as pessoas sem um norte, sem um projeto, o medo de ficar sem sua identidade profissional afeta diretamente o psiquismo e tem grande  chance de contaminação. É fato que o país esta passando por um momento delicado, mas o desespero não ajudará em nada é importante manter em mente que as crises, embora dolorosas, permitem renovação, ou seja, o ser humano tem uma capacidade imensa de se reinventar, o psiquismo criativo acaba sempre se adaptando a novos desafios e na maioria das vezes não se percebe isso.

Uma análise feita pela Organização Mundial de Saúde a respeito do impacto da crise européia sobre a saúde mental apontou que medidas sociais também são importantes para amenizar os danos emocionais. Entre elas estão à instalação de programas de assistência a desempregados, de apoio às famílias com portadores de ansiedade e depressão e serviços que ajudem na renegociação de dívidas. Além disso, a entidade sugere o aumento no preço das bebidas alcoólicas.

Para algumas pessoas pode parecer exagero, mas para quem esta sofrendo com o dia seguinte, com a falta de perspectiva, afetando a relação familiar, as relações no ambiente de trabalho, muitas vezes esse indivíduo vivendo sob pressão se torna agressivo com as pessoas que ele mais ama, mesmo sem querer fere quem mais ama. Portanto procurar ajuda médica é importante, a manutenção da saúde emocional contribui para o não adoecimento e evita esses conflitos que trazem angustia a todos, desarmonizando não só o paciente, mas a vida de todos que convivem com o mesmo.

Não tenha vergonha ou medo, procure um psicólogo, procure ajuda! 

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Invista em seu potencial;
  • Pensamento positivo sempre;
  • Crie um plano B;
  • Aprenda a ver o lado bom da vida;
  • Faca um bom networking;
  • Não pense na crise, faça dela um período de oportunidades;
  • Resgate sua autoestima;
  • A pratica da Meditação e/ou Yoga ajudam no controle da ansiedade e do estresse;
  • Não crie pânico;
  • Reinventar-se não é uma má ideia;
  • Livre-se das dívidas;
  • Seja feliz sem ferir o outro.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa entrevista ?
Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

ENTREVISTA: DEPRESSÃO GRAVE PODE LEVAR AO SUICÍDIO

Entrevista para o programa Consultório da Família na rádio Amazonas FM

Nessa entrevista são abordas os impactos da depressão na saúde das pessoas e a importância do tratamento com especialistas.

Ouça o programa na íntegra. Continue lendo “ENTREVISTA: DEPRESSÃO GRAVE PODE LEVAR AO SUICÍDIO”

ENTREVISTA: DIA DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Entrevista para o programa Meio dia em Revista na TV Cultura

Dia 25 de novembro: Dia de enfrentamento à violência contra a mulher.

O Meio Dia em Revista recebe três grandes mulheres engajadas nessa causa: a delegada Ana Oliveira, a psicóloga Dilza Santos e a atriz Rosa Malagueta.

Gostou dessa entrevista ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site, nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De Bem Com a Vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

ENTREVISTA: COMO SE PREPARAR PARA UMA ENTREVISTA DE EMPREGO

Entrevista para o programa Amazônia Mulher na TV Amazonsat

Foi chamado (a) para um entrevista de emprego e não sabe como porta-se  ? Está com duvidas para prepara um currículo ? A Especialista em Recursos Humanos e Psicológa Dilza Santos é quem dá a dica.

Gostou dessa entrevista ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site, nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De Bem Com a Vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos