amor

Compaixão e amor

Compaixão e amor são necessidades, não luxo!

Compaixão e amor são necessidades, não luxo: Você sabe o que é compaixão? Você faz essa prática? Segundo o dicionário compaixão pode ser descrito como uma compreensão do estado emocional de outra pessoa, piedade, sentimento de pesar, de tristeza causado pela tragédia alheia e que desperta a vontade de ajudar o próximo, de confortar quem padece de algum mal: papa pede compaixão pelos pobres.

Porém isso é um estado de consciência, ou seja, você precisa estar neste estado de consciência, para fazer com que essa prática seja verdadeira é preciso entrar em um estado de amor, é raro encontrar alguém que tenha esse estado de consciência do amor, infelizmente as pessoas só podem dar o que tem dentro delas e observo que estamos carentes de atos de amor e compaixão.

A humanidade tem esquecido de ajudar seus semelhantes, o despertar para um olhar afetuoso, as pessoas se preocupam em julgar, ofender e ferir sem conhecer de fato em que contexto esta vivendo aquele indivíduo, quais suas dores, seus medos, apenas julgam.

Acredito que precisamos nos conectar mais com as pessoas, conversar olho no olho, ouvir realmente o que elas querem nos dizer, e ao fazer essa conexão nos tornaremos mais humanos e quem sabe descobriremos qual é nosso verdadeiro papel nesta vida.

É fácil ter compaixão a quem amamos, conhecemos, mas ter compaixão de um desconhecido ou até mesmo a quem você considera “inimigo” é difícil, porém não impossível.

Ver sempre o lado bom é maravilhoso, mas mexer nas impurezas, no que nos causa desconforto é um processo lento e delicado, estamos tão preocupados com nossos problemas que esquecemos que o outro também tem seus problemas suas limitações.

É fato que problemas todo mundo tem, a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional, é preciso nos libertar do que nos paralisa, nos mata lentamente e nos faz encolher. Infelizmente tem pessoas extremamente resistentes, carrancudas, amargas, negativas, carentes de amor, talvez não tenham experimentado o verdadeiro amor, portanto não sabem amar e não se pode julgá-las por isso.

Enfim vamos evitar julgamentos, vamos interagir de forma saudável com outras pessoas, vamos fazer uma faxina interior e nos permitir conhecer o amor, o amor ao outro, ser bom, porque a bondade não vem sozinha, ela vem com inúmeros benefícios a quem pratica e a quem recebe, mais amor e compaixão por favor!

Acolha o outro generosamente, com amorosidade sem julgamentos, se não pode fazer algo, não julgue, não seja cruel com si e com os outros, não crie propostas de destruição para você e para as outras pessoas, a verdadeira compaixão se dá sem interesses, ou seja, você não pode ajudar ninguém por interesse, se isso acontecer, você não esta minimizando o sofrimento de ninguém, continua sendo egoísta, tentando cessar apenas suas necessidades e não as necessidades do outro.

Segundo pesquisas a compaixão fortalece nosso sistema imunológico! Pense, reflita sobre suas ações, não trate as pessoas como objeto! E vamos treinar nossas crianças a terem compaixão!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Olhe as pessoas com mais amor e sem julgamentos;
  • Se não pode ajudar, não julgue;
  • Ouça o que o outro tem a dizer;
  • Agradeça todos os dias por estar vivo;
  • Seja humilde, você não é o centro das atenções;
  • Aprenda com os erros dos outros;
  • Não seja inerte ao que ocorre ao seu redor;
  • Se envolva em trabalhos voluntários;
  • Pratique meditação/yoga;
  • Pratique o amor, a compaixão;
  • Não culpe o universo por seus problemas;
  • Compreenda seu problema para que possa enfrentá-lo melhor.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Matriz: AV. Cláudio Protilho, N.º 365 Eliza Miranda Mall – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – CEP: 69077-738.

 Unidade I: Adianópolis.

 Unidade II: Vieiralves

 (92) 99127-6558

 dilza@dilzasantos.com.br

O Mundo precisa de Paz, Amor, Solidariedade e Respeito

O que mais temos observado são cenas de horror pelo mundo, crianças, adolescentes e adultos morrendo em meio a uma guerra que não tem fim, ficamos chocados também coma falta de respeito que as pessoas insistem em ter com os mortos, hoje a solidariedade esta esquecida, as pessoas se preocupam em tirar fotos ou fazer um filme do horror pensando nos likes. Que sociedade é essa? Onde estão nossos valores familiares, a empatia, o respeito com o outro, com sua dor? Qual o modelo de mundo que estamos deixando para nossos filhos e netos?

Tenho observado cenas que agridem, desrespeitam e ferem a alma humana e muitos batendo palmas, idolatrando um exemplo deturbado do que realmente é respeito, será que estamos tão ultrapassados que é normal agredir uma mulher verbalmente, psicologicamente, fisicamente e assim ter o apoio da população? Sinceramente tenho me feito a seguinte pergunta: Que modelo de mundo é esse? Confesso que estou sem respostas….

Mesmo sendo chamada de atrasada, careta ou fora de moda, ainda assim não abro mão do que acredito ser o certo, da educação que recebi de meus pais, confesso que não sou dona da razão, porém acredito que a família é à base de tudo e muito importante na formação de nosso caráter. Vejo jovens tendo como modelo, péssimos exemplos, acredito que nós como pais e responsáveis por nossos filhos temos que acordar urgentemente! Deixar o mundo virtual e ser pai e mãe, porque as crianças estão sendo educadas por seus tabletes assessoradas pela internet, é fácil não dá trabalho.

Engana-se quem pensa que criar um filho é deixa-lo no quarto com a internet e seus amigos virtuais, vamos acordar já, para não chorar depois! É preciso reforçar os vínculos familiares, educação, respeito e amor ao próximo, ensinar para os meninos que as mulheres merecem respeito e não ser vista como um objeto sexual.

Recentemente conversando com uma de minhas leitoras Vanessa Costa comentamos sobre aqueles indivíduos que vivem em cárcere de sua rotina individual, pessoas que só pensam em si mesmas, vivem no glamour, são super populares, porém vazias, fúteis, nunca fazem nada por seu próximo, vivem no mundo de Alice, totalmente fora da realidade, nas mídias sociais dizem lamentar pela violência do planeta, porém não fala com a mãe, nunca deu um bom dia para o porteiro do prédio ou o vizinho ao lado, vivem uma farsa. Infelizmente não é difícil encontrar esse perfil por aí.

Porém sempre é tempo de fazer diferente, ser hoje alguém melhor que ontem, não desista de seus filhos, não desista de você, ame seu próximo, dinheiro não compra a paz de espirito de ninguém, magoas, raiva, inveja são sentimentos que podem fazer parte da vida de qualquer pessoa, mas não se deve dar força a sentimentos negativos. Dê força ao amor, a solidariedade, a paz, a união entre os povos, só assim você encontrará o que tanto procura. Pense nisso!

Quero agradecer nossa leitora Vanessa Silva da Costa na sugestão do tema!

DICAS DE BEM COM A VIDA

– Sorria, converse com amigos, seja leve;

– Converse mais com as pessoas fora do mundo virtual;

– Fortaleça seus vínculos familiares;

– Faça o bem e faça esse bem se multiplicar;

– Leve uma palavra amiga, um sorriso, um apoio a alguém;

– Saia de sua zona de conforto e ajude seu próximo;

– Seja menos egoísta;

– Pare de reclamar da vida o tempo todo, aprenda com os erros e faça a diferença;

Click no link abaixo para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click no link abaixo para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou desse artigo ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO, MUITO AMOR ENVOLVIDO

É muito comum ouvir alguém se referir ao seu animal de estimação como “ filho” o que para muitas pessoas é compreensivo e para outras gera um certo desconforto! Já foi aquela época em que lugar de cachorro era no quintal, hoje eles fazem realmente parte da família, tomam conta da casa e do coração de seus donos.

Na maioria das vezes esse relacionamento com os animais se inicia na infância, principalmente se a família já tem esse amor por animais, isso é passado de uma forma muito natural para a criança e tem um lado muito positivo, além de estimular a criança a cuidar dos animais, reforça a importância de se amar esses bichinhos e esses valores são formados na cabeça da criança. Ainda tem aqueles que só tem essa experiência na fase adulta, casam, tem filhos e as crianças levam os bichinhos para casa e todos se apaixonam.

Pode-se destacar vários perfis, como aqueles que resolvem ter um cachorro, gato ou outros animais para suprir uma carência, perda, ou até mesmo decidem não ter filhos e adotam um cachorro, cada caso é um caso e não se julga isso, porém é importante avaliar em que contexto essa pessoa está inserida. Repito! Cada caso é um caso e não se deve julgar tais comportamentos.

Ainda há aqueles que não gostam, não cuidam e se incomodam com aqueles que cuidam, também é outro caso que precisa ser avaliado, o que desencadeia tanta raiva ou aversão? São inúmeros os fatores que podem contribuir para que esse indivíduo não tenha afinidade com os bichos, talvez lá na infância foi internalizado que os animais são sujos, não são bons, que causam mal à saúde, ou passaram por algum episódio traumático que os levou a evitar qualquer tipo de contato.

No entanto, algumas pessoas acham que ter esses bichinhos por perto é algo positivo. Hoje existe um grande comercio para atender à necessidade desses bichinhos, fora os supermercados específicos para animais, onde sua entrada não é proibida e aparentemente são eles que levam os donos para passear, existe um mundo de opções para mimá-los. Mas ressalto que tudo em exagero faz mal, quando isso sai do contexto “ normal” é importante investigar o que não está bem internamente. Lembrando que a humanização em excesso pode gerar sérios problemas de comportamento ao animal, até que ponto a pessoa está criando esse animal como humano? Acha que esse animal vai corresponder como humano? É muito importante estar claro para quem vai criar um bichinho que eles são animais e devem continuar assim, o ideal é viver com equilíbrio, amar os bichinhos e respeitar o tempo de cada um.

Os animais também tem um papel muito importante na reabilitação de vários pacientes a PET TERAPIA vem ganhando espaço nos hospitais, ajudando no tratamento de várias doenças.  As brincadeiras com os animais tiram o foco da doença, agrega valores, melhora a autoestima e ajuda crianças e adultos a responder positivamente ao tratamento de algumas doenças.

Dicas de Bem Com a Vida

  • É importante o envolvimento de todos os membros da família no cuidado com o animal;
  • Conversar e brincar com os animais ajuda a diminuir o estresse;
  • Envolva a família na hora de decidir ter um animal, é importante todos estarem de acordo;
  • Procura alimentar seu animal com alimentação adequada;
  • Não esqueça que são animais, não humanos;
  • Ensine seus filhos a respeitar os animais;
  • Seu bichinho não é seu terapeuta;
  • Se precisar de ajuda psicológica procure um psicólogo.

Click no link abaixo para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click no link abaixo para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

ESPÍRITO NATALINO

Chega Dezembro e as pessoas enlouquecem, o trânsito fica ainda mais caótico, os shoppings lotados, um consumismo desenfreado onde as pessoas estão mais preocupadas em vestir roupas novas, em comprar presentes e muita comida e bebida para comemorar esse dia, alguns vivem este dia como o último de sua preciosa vida, comem exageradamente, bebem demais e resolvem dirigir colocando em risco suas vidas e a vida de seus acompanhantes. Será que esse é o verdadeiro sentido do natal?

Recentemente perguntei de alguns amigos, o que significava o natal para eles? Recebi diversas respostas e compreendi que cada pessoa tem sua visão a respeito desta data, para muitos o natal é paz interior, amor, esperança, renovação, união, alegria, fé, panettone, comemoração, outros acreditam que seja o momento de recomeçar, nascer de novo, unir as famílias celebrando assim o nascimento de Jesus, um dia apropriado para pedir perdão e perdoar.

Nesse comentário também se falou em solidariedade, amor ao próximo onde se acredita também ser um espírito silencioso, capaz de transmitir os sentimentos mais nobres que a humanidade possui. Enfim é importante frisar que cada um tem sua opinião e isso tem que ser respeitado. O que para muitos é um momento mágico para outros é um festival de coisas que não tem nada a ver com a data.

Enfim neste período somos bombardeados com comerciais exagerados de compre isso, compre aquilo, algo extremamente agressivo e muitos acabam entrando nessa onda se endividando e adoecendo com isso!

Natal é o nome da festa religiosa cristã que celebra o nascimento de Jesus Cristo. O dia de Natal, 25 de Dezembro, foi estipulado pela Igreja Católica no ano de 350 através do Papa Júlio I, sendo mais tarde oficializado como feriado.

Independente de religião vejo como um momento de reflexão, de repensar os caminhos percorridos e celebrar a vida, com oração, gratidão, ter a capacidade de perdoar e pedir perdão, esse espírito em sua essência é o amor em ação é o resgate do nosso lado bom, onde nosso coração se fortalece de bondade, generosidade, isso não tem religião é universal e deve ser cada vez mais cultivado por cada um de nós. Não adianta alguém comemorar essa data, fazer grandes doações, fazer a figura de bom moço se esta com o coração cheio de coisas negativas.

Em qualquer circunstância ressentimento e raiva não nos faz bem. Não adianta comprar roupas caras, ter o melhor prato servido na mesa, a melhor bebida, se o seu coração esta carregado de mágoas, se você é uma pessoa preconceituosa, intolerante, egoísta, fala mal dos outros… você estará enganando a si mesmo, não aos outros, pense nisso!

Vamos praticar o amor ao próximo, o perdão, a generosidade, a solidariedade, a humildade, a compaixão todos os dias de nossa existência, não apenas um único dia mas todos os dias de nossa vida, respeitar a dor do outro sem julgamentos, dando valor a pequenas coisas que fazem uma enorme diferença em nossa vida e na vida de nossos irmãos.

Quero agradecer a todos os amigos que contribuíram para essa coluna, suas opiniões foram de extrema importância para elaborar esse texto! Um feliz natal a todas as famílias e todos os nossos leitores! Amor e paz sempre!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Seja solidário sempre;
  • Não perca seu tempo com coisas supérfluas;
  • Pratique o perdão;
  • Mais amor por favor;
  • Veja o outro sem julgamentos;
  • Ore, fortaleça sua fé e renove a esperança;
  • Fortaleça os vínculos familiares;
  • Amarás o teu próximo como a ti mesmo.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente

Dilza Santos

ADOÇÃO UM ATO DE AMOR SEM PRECONCEITOS

Recentemente saiu uma pesquisa na corregedoria nacional de justiça que quase metade dos pretendentes à adoção no país hoje aceita adotar crianças negras e 75% também não fazem restrições às pardas. Percebe-se uma mudança importante neste perfil, mas por que ainda se vê em pleno século XXI comportamentos preconceituosos?

É importante frisar que quando se decide adotar uma criança é preciso gerar dentro de si essa vontade, como se estivesse gerando um novo ser. Adotar é um ato de coragem, amor, livre de preconceitos, quando se decide ser mãe e pai também se decide criar um ambiente onde aquele pequeno ser se sinta acolhido, protegido, amado, principalmente quando essa criança já é grande e já tem um entendimento de que aquela família é a nova família dela e muitas vezes essa criança já passou por alguns lares ao qual não foi bem sucedido, é importante esse acolhimento, abraçar realmente esse novo projeto de vida.

Adoção não é brincadeira, envolve sentimento e responsabilidades afinal esse novo ser que esta entrando na família vai precisar de amor e atenção dobrada. A decisão de se adotar uma criança tem que ser do casal é preciso estar consciente da escolha de ser o pai e a mãe dessa criança. Independente de ser recém nascido ou crescido a adaptação da família é essencial para que tudo dê certo! Não se pode simplesmente adotar uma criança e depois dizer que não quer mais, cansou de ser mãe ou pai, adoção não é brincadeira!

O amor envolvido neste contexto e extremamente importante para suportar a espera, a frustração, a cobrança, o desgaste que faz parte desse processo. É preciso controlar a ansiedade para aguardar as decisões jurídicas que fazem parte da adoção, porém o encontro marcado cheio de emoção e alegria é a recompensa depois de tanta aflição na espera que parece não ter fim.

É fato que a ansiedade toma conta causando inúmeras reações, portanto manter a calma é essencial para a espera desse pequeno ser que breve estará contribuindo para a alegria da família. Adotar é amar o outro sem medo de ser feliz, sem preconceitos ou rótulos.

É um amor livre, saudável, puro e protetor! Com certeza se você esta passando por isso, o universo escolheu você para viver o melhor momento da sua vida. Ser mãe ou ser pai não depende de sangue e sim de querer exercer esse papel com dedicação e responsabilidade onde todos tem que estar envolvidos!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Visite as instituições, conheça o contexto que envolve o processo de adoção;
  • Decida esse processo junto com seu parceiro;
  • Reflita se o ambiente esta favorável para esse novo ser;
  • Veja quais são suas prioridades neste contexto;
  • Converse com pessoas que já passaram por essa experiência;
  • Adoção não envolve preconceito, só amor;
  • Ame seu filho, ame muito sem pensar que ele foi adotado;
  • Quando decidir contar a ele sobre a adoção peça a orientação de um psicólogo;
  • Mesmo havendo dificuldades, não desista do sonho de ser mãe;
  • Envolver a família nesse processo ajuda muito;
  • Quem ama educa, sendo adotado ou não, fazer todas as vontades da criança como se quisesse recompensar algo não funciona;

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente

Dilza Santos

A EMOÇÃO DO DIA DAS MÃES: HAJA CORAÇÃO !!!

Domingo passado foi comemorado o dia das mães e participei de alguns eventos em homenagem a essas mulheres guerreiras que estão presentes na formação de seus pequenos brilhantes. E como isso faz bem a essas mamães, o sorriso, as lágrimas tudo já diz tudo!

A emoção toma conta que até parece que os papeis se invertem, as mamães viram crianças entram na brincadeira e nem percebem o “mico”, pois tudo é lindo, é mágico, afinal a energia do momento contagia a todos! Percebe-se que naqueles pequenos momentos os problemas são deixados para traz e só existe a alegria de estar vivendo aquele momento mágico com sua criança.

Muitos se impressionam com a criatividade desses pequenos, pois sim eles tem muita criatividade, um grande potencial para representar, dançar e fazer inúmeras imitações, os pequenos se saem muito bem imitando seus bichinhos preferidos e os maiores seus super heróis, enfim é uma festa para todos e os vínculos são fortalecidos.

Vale ressaltar que estimular a criatividade dos pequenos é saudável, respeitando cada um em seu tempo, criança tem que ser criança, não se pode pular esta fase. Também em homenagem as mamães não podemos deixar de lado o papel dos “pães” que são aqueles homens que são pai e mãe ao mesmo tempo. É comum encontrarmos homens que cuidam sozinhos de seus filhos, muitas vezes estão viúvos, divorciados ou estão assumindo funções domesticas, cuidando dos filhos enquanto suas esposas trabalham fora.

De qualquer forma sendo o pai que assume o papel de mãe ou mães que assumem o papel de pai, assumir essa dupla função não é uma tarefa fácil, cuidar de uma criança da muito trabalho, a recompensa vem em pequenos momentos de grande alegria, não só em datas comemorativas, mas em um sorriso, em um abraço ou ao ouvir pela primeira vez “mamãe” palavra mágica que encanta e emociona o coração dessas mães de um amor tão sublime e incondicional.

É fato que hoje a maternidade não é exclusiva da descendência biológica, muitas mães estão fora deste contexto e exercem seu papel muito bem e desenvolvem as mesmas emoções, ou seja, as emoções não se resumem ao fator genético e sim a esse laço que se fortalece com a convivência. Tem se discutido muito esse novo núcleo familiar, porém vale ressaltar que o mais importante é se investigar como essa criança esta sendo cuidada, se realmente existe um suporte que contribua positivamente em seu desenvolvimento.

É muito comum quando os pais vivem separados a criança estabelecer um vínculo com esse novo membro da família, mas tudo leva tempo, portanto é importante respeitar o tempo da criança para não fazer desse processo algo traumático.

Seja você, pai ou mãe não tenha medo de dizer para o seu filho o quanto ele é importante para você!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  •  Não tenha medo de expressar suas emoções;
  •  Mergulhe nessas emoções que só te fazem bem;
  •  Não tenha vergonha de chorar de alegria;
  •  Desperte a criança que há em você;
  •  Brinque com seu filho;
  •  Converse com seu filho;
  •  Demonstre interesse pelas coisas dele;
  •  Invista na criatividade de sua criança;
  •  Elogie, se importe de verdade;
  •  Ele vai crescer, mas nunca deixará de ser seu filho;
  •  Faça um esforço para participar das homenagens feitas exclusivamente para você, isso faz bem para ambos.
  •  E sempre que possível diga o quanto você tem orgulho dele;

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

BEIJAR FAZ BEM A SAÚDE E MELHORA O HUMOR

É fato que o beijo é uma demonstração de afeto entre as pessoas e existem diversos tipos de beijos. O beijo na orelha, no nariz, no olho, no queixo, na boca entre muitos outros. Pesquisas de vários especialistas já revelaram que o beijo faz bem a saúde, entre seus inúmeros benefícios emagrece. É importante frisar que não se pode sair beijando todo mundo é preciso se ter a química, a sintonia, sentir-se envolvido afetivamente, porque um beijo sem sentimento é um desastre!

O beijo tem seus benefícios quando é envolvido por um sentimento, um laço, onde não se resume a uma relação de namorados, o beijo esta presente em todas as relações, entre amigos, de pais com seus filhos e seres humanos com seus animais. O beijo da mãe no filho fortalece os vínculos, transmite amor, demonstra um afeto imenso e esse contato é benéfico para essa criança porque ela sente-se amada, acolhe e passa segurança. Sigmund Freud achava que a origem do beijo estava no modo como os bebês se alimentavam. Freud considerava o beijo como a busca do seio da mãe nos lábios dos outros. Podemos dizer que o beijo esta presente desde o nosso primeiro amor verdadeiro.

Em uma pesquisa de médicos e psicólogos alemães concluiu que aqueles que beijam, faltam menos ao trabalho por motivo de doença do que aqueles que não beijam. Aqueles que beijam, também sofrem menos acidentes no trabalho, ganham 20 a 30 por cento a mais e vivem aproximadamente cinco anos a mais e os homens que recebem um beijo da pessoa amada antes de ir ao trabalho são mais produtivos. Então podemos dizer que o beijo é benéfico e motivacional.

Outro fator interessante é que para beijar, o ser humano movimenta 29 músculos (12 dos lábios e 17 da língua). Um beijo apaixonado pode significar a aplicação de uma pressão de 12 quilos sobre os lábios. Já um beijo dado em um bebê pode ser pesado em gramas.

Enfim neste dia 13 de abril em que se comemora o dia do beijo, pode-se comemorar com muitos beijos, beijos do bem, beijos em pessoas que somam, que nos fazem bem, que contribuem para nosso dia ser mais feliz, beije sua mãe, seu filho, seu amor, seu amigo, pessoas que você tem ao seu lado e que sempre estão torcendo positivamente por seu sucesso. O beijo do bem transmite energia positiva e contribui para um dia produtivo com bom humor. Portanto vamos praticar o beijo do bem transmitindo muita energia positiva e amor ao próximo.

Feliz dia do Beijo!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Beije com amor;
  • Estabeleça uma ligação olho no olho com seu parceiro e crie uma fonte única de energia para os dois;
  • Sempre que sair pela manha beije seu parceiro;
  • Ao encontrar alguém que você goste muito dê-lhe um beijo no rosto ou na testa mentalizando coisas boas;
  • Trabalhe sua timidez e capriche no beijo;
  • Não saia beijando qualquer um, um beijo que envolve sentimento é muito mais gostoso;
  • Procure observar onde seu parceiro gosta de ser beijado;
  • Abrace, beije demonstre carinho;
  • Se não gosta de beijar converse com seu parceiro, um beijo sem vontade é um desastre;
  • Desconecte-se dos aparelhos eletrônicos e curta seu parceiro com muitos beijos;
  • Não pare de respirar ao beijar, é preciso inspirar profundamente, sincronizar o ritmo respiratório com o do parceiro e sentir o prazer do beijo.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos