Apoio psicológico

A CRISE DOS DOIS D

Infelizmente só se fala em crise econômica em todos os seguimentos e isso tem afetado a saúde das pessoas, o cenário nada positivo tem contribuído para que as empresas montem estratégias para não fechar as portas e dentro deste contexto os funcionários tem que se adequar a essa nova realidade afetando muitas vezes a autoestima e sua produtividade, criando um clima negativo dentro das empresas.

No ritmo de muita competitividade e incerteza os colaboradores sofrem inúmeras pressões e uma delas é a psicológica, causando danos emocionais graves. A competição que tem seu lado positivo no contexto profissional se torna um gatilho para as doenças psicológicas, com certeza se você esta trabalhando ou foi demitido sabe como é angustiante essa incerteza, dormir e acordar sem saber se no dia seguinte estará empregado.

A demissão é um processo que causa grande impacto na vida do indivíduo afetando principalmente sua autoestima, por mais crítico que se encontre o mercado, nunca se esta preparado para enfrentar a crise desempregado, as pessoas pensam em vencer a crise em seus empregos, pagando suas dívidas e manter a família. Porém nesse processo muitos estão adoecendo, dores físicas, insônia, ansiedade exagerada, irritabilidade, transtornos alimentares, estresse e depressão são algumas características deste adoecimento.

Mas o que isso tem haver com a crise? Tem tudo haver, se a empresa esta em crise, ela demite e demissão é sempre um episódio muito traumático na vida do indivíduo, principalmente quando ele tem inúmeros compromissos familiares, ou seja, todos sofrem danos, porém aquele indivíduo que tem vários dependentes sofre ainda mais e isso também contribui para os quadros depressivos.

A depressão é uma doença silenciosa e pode matar, estima-se que 350 milhões de pessoas de todas as idades sofrem com esse transtorno e a perda do emprego ou ameaça de perdê-lo “acentua” todos esses sintomas que acabam comprometendo seu desempenho profissional e suas relações interpessoais.

Segundo pesquisa do IBGE a taxa de desemprego no quarto trimestre de 2016 chegou a 12% o que representa 12,3 milhões de desempregados no Brasil. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), 121 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo e a doença ainda é confundida com tristeza normal, fazendo os sintomas passarem despercebidos.É a quarta principal causa de incapacitação em todo o mundo e, de acordo com projeções da Organização Mundial de Saúde (OMS), em 2030 ela será o mal mais prevalente do planeta, à frente de câncer e de algumas doenças infecciosas.

De acordo com essas estatísticas vivemos uma crise, a crise do Desemprego e a crise da Depressão ( Crise dos Dois Ds ), onde as estatísticas não são nada animadoras e outro problema crescente neste ciclo é a mortalidade por suicídio. Segundo pesquisa feita no dia mundial da prevenção do suicídio, que é todo dia 10 do mês de setembro, o suicídio na maior parte dos casos são executados por pessoas com depressão, infelizmente independente de sexo, faixa etária ou qualquer outra característica.

É preciso um olhar minucioso neste problema e urgentemente investir em soluções, afinal “cuidar da mente é cuidar da vida”.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Não se culpe;
  • Não tenha medo;
  • Não sinta vergonha;
  • Pense positivo;
  • Invista em cursos para valorizar ainda mais seu currículo;
  • Prepare-se para uma entrevista de emprego;
  • Faça uma pesquisa sobre a empresa que deseja trabalhar;
  • Renove sua rede de networking;
  • Curta a família;
  • Pratique exercícios físicos, meditação, yoga;
  • Seja criativo;
  • Mantenha contato com pessoas que te fazem bem;
  • Cuide da sua saúde mental;
  • Reorganize as dívidas;
  • Cuide da sua autoestima.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou desse artigo ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

MANAUS TAMBÉM É JANEIRO BRANCO!

Você já ouviu falar do Janeiro Branco? Sabe o que é? Janeiro Branco é uma campanha de conscientização em favor da saúde mental, criada em 2014, em Minas Gerais, por psicólogos e psiquiatras, e que hoje cresce em todo o País. Cuidar da saúde mental é cuidar da vida, afinal não tem como cuidar da saúde física sem cuidar da mente, saúde mental é prioridade sim! É preciso reforçar que todos podem sim procurar um psicólogo, é preciso quebrar tabus,aproximar-se desse profissional, estabelecer um laço de confiança onde o paciente tenha a liberdade de expressar como ele esta se sentindo em relação ao mundo, as pessoas ou a si mesmo.

Atualmente a utilização de novas tecnologias tem transformado a vida do indivíduo trazendo inúmeros benefícios e malefícios, além de contribuir para o conhecimento, também tem afetado o estilo de vida das pessoas e aliada a ansiedade é uma verdadeira bomba relógio, o que se tem observado são as pessoas cada vez mais aceleradas, tristes, ansiosas, vivendo no automático e com isso estão esquecendo o verdadeiro significado da vida, a correria do dia a dia tem desencadeado vários problemas como distúrbio de ansiedade, transtornos alimentares, estresse e depressão. A depressão já é considerada o mal do século,sendo o segundo maior problema de saúde pública, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A campanha Janeiro Branco reforça a importância desse olhar para dentro,colocar para fora os sentimentos, estimular as pessoas a pensar sobre suas vidas, criar uma cultura nacional de valorização da subjetividade humana,quebrando tabus, aproximando a psicologia da população. Todos tem direito a saúde mental, física e espiritual,esse cuidado mantém o organismo longe de ameaças contribuindo para uma vida mais saudável, além de ser essencial para o fortalecimento do indivíduo diante de qualquer obstáculo, outro fator importante nesse contexto é também o apoio aos familiares dos doentes, que sofrem mudanças significativas em suas vidas, tendo então que mudar sua rotina e isso reflete em vários aspectos da vida.

Portanto é extremamente importante esse apoio, essa escuta as famílias e cuidadores. Observa-se em alguns casos famílias que buscam o motivo ou erro a que levou o portador adquirir o transtorno mental, se martirizando, se perguntando onde foi que errou ou se esta pagando algum pecado é importante salientar que doença mental não ocorre por um erro ou por estar pagando algum pecado. Infelizmente a falta de informação,gera dúvidas e respostas erradas, procure um psicólogo, conheça nossa campanha, destaco que esse trabalho será contínuo na promoção da saúde mental e emocional.

Manaus também esta abraçando essa campanha e vários profissionais estão envolvidos para reforçar a importância de cuidar da saúde mental, das emoções. Dia 13/01/16 as 14h00h no auditório da Unip será a abertura oficial da campanha, deixo aqui o convite a todos os interessados em comparecer a esse evento de grande relevância a sociedade amazonense.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Conecte-se com coisas positivas;
  • Procure sempre ver o lado positivo das coisas;
  • Respeite os sentimentos alheios, se não pode ajudar não critique;
  • Yoga/meditação trazem inúmeros benefícios à mente e ao corpo;
  • A prática de exercícios físicos ajuda a aliviar o estresse;
  • Não tenha vergonha de procurar ajuda;
  • Cuide da sua saúde mental, física e espiritual;
  • Procure um profissional especializado;
  • Leve seu tratamento a sério, sem medo, sem culpa;
  • Acredite, confie, peça ajuda;
  • Evite falar dos seus problemas nas redes sociais;
  • E Não esqueça! “Quem cuida da mente, cuida da vida”.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

A IMPORTÂNCIA DO APOIO PSICOLÓGICO

É extremamente importante o apoio psicológico em qualquer situação, o papel desse profissional faz uma enorme diferença principalmente em situações de conflitos emocionais, minha teoria é que todo mundo tem direito de ter um psicólogo e desejo muito que esse profissional seja valorizado por seu trabalho e dedicação.

É importante destacar que o acolhimento ao indivíduo no momento de fragilidade faz toda a diferença e o psicólogo faz isso como ninguém, pois esta preparado para lidar com os conflitos do outro, porém é importante destacar que esse profissional também precisa de amparo, acolhida, escuta, afinal ele é um ser humano e precisa estar bem para atender as demandas que surgem em seu trabalho. Infelizmente as pessoas costumam ver apenas o psicólogo não o ser humano que esta executando aquela atividade.

Que também tem sua fragilidade, seus conflitos, porém organizados, mas sente-se triste quando perde alguém, sente dor, fica doente, enfim é um ser humano, mas um ser humano que olha a dor do outro de um jeito diferente, que escolheu cuidar do outro com amor e dedicação e ama muito sua profissão.

Sempre se observa o trabalho de vários psicológicos voluntários em momentos difíceis e isso faz uma diferença muito grande na vida de quem esta sendo acolhido por esse profissional, é fundamental esse trabalho principalmente com aquelas pessoas que perderam seus entes queridos, cuidar das feridas da alma que são invisíveis e silenciosas e podem matar e esse profissional tem um papel muito importante neste contexto.

Esse suporte contribui para um recomeço ou até mesmo nos ensina a ver a dor de um outro ângulo, cada caso é um caso, porém os maiores desafios são internos, ou seja, lutar contra seus próprios fantasmas é talvez a parte mais difícil. Todos nós temos nossos medos, nossa insegurança e cabe a nós decidir como vamos lidar com isso. Existem algumas técnicas que podem ajudar nesse processo.

Além do apoio psicológico, pensamentos positivos, meditação, yoga, ter uma boa noite de sono, uma alimentação saudável, conhecer-se melhor, ouvir frases motivadoras, exercícios físicos, curtir a família, fazer viagens, dar boas gargalhadas, são alguns mecanismos  que nos ajudam a manter nosso equilíbrio emocional. Quando você ocupa a mente com pensamentos positivos, não tem espaço para pensamentos negativos, frases como: “eu posso”, “eu consigo”, “eu sou capaz” estimulam nosso cérebro e nos encorajam nesse processo, é a vitamina da energia positiva a nosso favor e não tem contraindicação.

O equilíbrio entre o corpo e a mente é essencial para nosso sucesso profissional, nossa saúde e bem estar e tudo isso com o apoio de um bom psicólogo faz toda a diferença na vida das pessoas. Caso tenha algo que você não esta conseguindo lidar, procure um especialista procure ajuda!

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Ter uma boa noite de sono contribui para sua saúde mental;
  • Tenha uma boa alimentação;
  • Abra mão do preconceito e procure ajuda;
  • Pratique yoga ou meditação;
  • Pensamento positivo;
  • Evite pessoas negativas;
  • Converse com pessoas que realmente lhe fazem bem;
  • Faça uma higiene mental, jogue fora o que não lhe serve;
  • Seja mais otimista em frente aos desafios;
  • Não desista de ser feliz;
  • Sorria mais;
  • Conheça-se melhor;
  • Fortaleça seus pontos fortes para que os pontos fracos não te limitem;
  • Melhore suas Relações Interpessoais;
  • Quando as coisas saírem do controle procure um psicólogo.
  • O Controle do estresse e ansiedade é fundamental para o não adoecimento.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

VIOLÊNCIA SEXUAL: INÚMEROS DANOS!

Infelizmente a violência sexual tem ganhado espaço na mídia constantemente e as estatísticas aumentam a cada dia, muitas vítimas quebram o silêncio e relatam o momento traumático que viveram, uma ferida que pode ser aberta a qualquer momento quando tratada erroneamente. É triste saber que a cada 11 minutos uma mulher é violentada no Brasil e 70% dos estupros são cometidos por parentes ou pessoas próximas da vítima.

O que nos causa espanto é que fatos como estes são frequentes, principalmente com crianças e adolescentes, nem mesmo os homens escapam de tal violência que traz graves consequências e danos. As vítimas de violência sexual ficam envergonhadas, com medo e tem dificuldade de denunciar e pedir ajuda.

É fundamental levar em consideração que elas sofreram um trauma emocional e físico muito grande e na maioria das vezes quando vão denunciar são vitimas de piadinhas e indiretas, o acolhimento a essas vítimas é extremamente importante, afinal tudo foi arrancado delas, tudo que se quer nesse momento é atenção, apoio, abrigo e não julgamentos. Atitudes inadequadas nesse processo contribuem para que a vítima desista de denunciar seus agressores. Portanto é preciso instituições e profissionais preparados para fazer esse acompanhamento principalmente nesse primeiro momento.

Infelizmente nem todos os casos são denunciados, existem vítimas que sofrem caladas e esse calar é algo ainda mais grave, onde se tenta omitir a dor, fingir que nada aconteceu como se fosse algo normal e não é. A dor interna só aumenta afetando a autoestima e desencadeando vários problemas principalmente no relacionamento íntimo. Essa invasão, agressão, violência é tão devastadora que pode levar a vítima ao suicídio. Muitas vezes a vítima se sente culpada, se considera “impura” ou “indigna” por pensar que de algum jeito ela colaborou com o ocorrido. O fato é que nenhuma mulher merece ser estuprada, chega de tanta violência principalmente com crianças e adolescentes.

O fato é que não se pode fechar os olhos e fingir que nada aconteceu! É preciso denunciar sim, se você esta sofrendo com isso procure ajuda, converse com alguém, Denuncie!!! Ressalto ainda a importância do atendimento multidisciplinar a mulheres vítimas de violência sexual e a necessidade de que um número maior de instituições se estruture para facilitar o atendimento a esta população que precisa desse acolhimento, que precisa ser poupada de exposição ou criticas de pessoas que desconhece o contexto na qual estão inseridas. A cada relato que a vítima faz sobre o ocorrido, traz lembranças dolorosas que causa imensa dor e vergonha. É preciso respeitar a dor do outro sem julgamentos!

Quero deixar aqui meu apoio a todas as pessoas vítimas de violência! E gostaria de um basta! Que as crianças não sejam mais vítimas de tamanha crueldade. Infelizmente esse episódio na maioria das vezes acontece por pessoas próximas da criança.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  •  Não se cale denuncie, procure ajuda;
  •  Conheça as pessoas com quem seu filho se relaciona;
  •  Não marque encontros com estranhos;
  •  Evite grandes exposições nas redes sociais;
  •  Em festas não receba bebidas de estranhos;
  •  Não confie demais;
  •  Se perceber que alguém esta sofrendo algum tipo de violência denuncie;
  •  Oriente seu filho. A criança deve saber que seu corpo não pode ser tocado por ninguém, você deve tentar explicar a diferença que existe entre uma expressão de carícia e uma expressão sexual;
  •  Deixe claro que se alguém quebra as regras sobre privacidade do corpo, a criança precisa avisar a você porque isso não é permitido.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos