empreendedorismo

Entrevista: MULHER DO NORTE – PARTE 1

Entrevista para o programa Estilo de Vida na TV Amazonsat

Nessa entrevista são descritas as principais características e virtudes da Mulher do Norte, que tem ganhado espaço no mercado de trabalho, criando novos paradigmas. 

Gostou dessa entrevista ?

Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site, nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De Bem Com a Vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos

 

CRIATIVIDADE: O MELHOR CAMINHO PARA ENFRENTAR A CRISE!!

Em tempos de crise tire o S e Crie…. Todos tem dentro de si habilidades que nem imaginam ter, sempre se ouve “quero inovar, fazer algo diferente” mas na hora de realmente desenvolver o projeto “trava”a coisa não vai de jeito nenhum, ter medo é normal faz parte de cada um, porém é preciso avaliar até que ponto esse medo esta sendo prejudicial, contribuindo para que seu lado criativo não desperte.

Outro fator que também afeta esse desenvolvimento é o mau habito de querer que as coisas já venham prontas! A criatividade existe dentro de cada um de nós, é uma qualidade adquirida e iniciada na infância que busca nas ideias a fonte para criar coisas novas é nessa fase que esse potencial pode ser ativado ou não.

Reforçando que o estímulo que essa criança recebe contribui para o seu desenvolvimento, podar esse momento não é indicado, muitas vezes os pais por super proteção limitam essas ações na criança e isso reflete na idade adulta principalmente quando ela vai concorrer com os gigantes do ambiente profissional, ela passou a infância ouvindo “não faça isso” “isso não vai dar certo” e quando ela chega na vida profissional ouve alguém dizer: Se joga! Vai à luta, você consegue! Percebe a diferença nessas palavras mágicas?

A motivação que é instalada lá na infância fará uma grande diferença na fase adulta, portanto permita seu filho criar, desenhar, inventar coisas, inovar, mudar as coisas de lugar (quando não apresentar perigo). A curiosidade é aliada da criatividade! Pessoas criativas tem um perfil visionário, são bem humorados, curiosos, tem uma excelente percepção, são comunicativas e estão sempre buscando aprender coisas novas.

O medo existe, porém não é um medo que as faz desistir pelo contrário muitas vezes esse medo é um estimulante para seus acertos. O medo não combina com criatividade ou inovação! E o comodismo também não! Estimular não é “permitir tudo” porém é incentivar, encorajar! Acreditando sempre que tudo vai dar certo! Porque com pensamentos negativos, não se consegue nada! É a prática que leva a perfeição, portanto desistir jamais. Até porque você nunca vai saber se não tentar. Então vá atrás dos seus sonhos já!

Pensando em contribuir para o despertar desta criatividade escondida  e aliviar o estresse criei a oficina de criatividade  no consultório que tem como objetivo potencializar o autoconhecimento e a força interior que existe dentro de cada um, reforço também que todos podem ser criativos, a criatividade existe e precisa ser despertada e nas oficinas se percebe isso! Assim como inovar e aperfeiçoar o que já esta em andamento, ser criativo não é só criar as coisas do zero, porém pode-se investir no que já existe, aperfeiçoando e fortalecendo os pontos fracos, fazendo desses aliados na guerra contra a crise!

Para maiores informações sobre a oficina ligue: 92 3087-8618.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Não tenha medo de errar;
  • Estimule seu filho a ser criativo;
  • Saia da zona de conforto;
  • Uma boa noite de sono, ajuda a desenvolver essa criatividade;
  • A criatividade pode também se desenvolver após a infância;
  • A prática da meditação também ajuda a quietar a mente para se chegar um norte;
  • Participe das Oficinas de Criatividade, elas proporcionam exercícios que contribuem para esse despertar;
  • Brincar com as crianças também desperta nossa criatividade, esses pequenos são uns mestres em criatividade;
  • Se envolva, acredite em você, você é capaz, olhe com carinho o que esta a seu redor;

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente

Dilza Santos

A MULHER DO SÉCULO 21

Clique aqui e confira a matéria diagramada

O Dia da Mulher! Não acho que tenha apenas um dia da mulher, o dia da mulher é todos os dias, todas as horas, todos os segundos… A cada segundo que ela tenta se reinventar para se enquadrar nesta sociedade que vem passando por mudanças constantes, sociedade esta, que vem caminhando em passos lentos para reconhecer realmente o papel dessa mulher na sociedade.

Por muitos anos a maternidade foi o papel principal da mulher, hoje muitas mulheres deixam a maternidade em segundo plano e investem em suas carreiras, planejam quando viver esse momento único, até porque os conflitos, a insegurança é uma característica muito forte da mulher quando se torna mãe. Desafio este que somente as mulheres podem decifrar.

A mulher na maioria das vezes vê a casa como um segundo emprego e o homem vê a casa como um lugar de repouso. Mesmo passando o dia inteiro no trabalho ao regressar para casa, vai cuidar dos filhos, da cozinha, do cachorro, entre tantas coisas e com isso acumula funções e chega à exaustão. E mesmo aquelas que não trabalham fora também tem uma rotina extremamente cansativa e a noite tem que estar linda e maravilhosa para seus maridos e quando dizem aquela pequena frase “Estou muito cansada” o marido diz: cansada do quê?

Enfim se passará anos e dificilmente os serviços domésticos serão vistos como uma sobrecarga. Para as mulheres que criam seus filhos sozinhas essa carga é maior afetando muitas vezes a mente, o físico criando espaço para um estresse descontrolado.

Segundo dados do IBGE, 38% das famílias são chefiadas por mulheres e elas 87% das famílias sem cônjuge e com filhos. Apesar disso, as brasileiras são as que menos retornam da Licença Maternidade e decidem adiar esse retorno por diversas razões. Entre elas, destacamos o fato de que a Licença Maternidade no Brasil que é três vezes menor quando comparada a países desenvolvidos como Noruega e Reino Unido.

Outro fator importante é a culpa que muitas mulheres enfrentam por ter que deixar seu filho aos cuidados de outra pessoa (babá, avó, escolinha) e culpa também por desejar retornar ao trabalho. Um dos desafios enfrentados também é o fato das mulheres continuarem ganhando salários menores que os homens.

Segundo Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No ano, as mulheres receberam em média 74,5% da renda dos homens – em 2013 o percentual era 73,5%. Mesmo formando a parte majoritária da população brasileira, as mulheres ainda estão em condições desfavoráveis com relação aos homens no mercado de trabalho.

Além de ser minoria entre as pessoas empregadas (cerca de 42% do contingente nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre em janeiro do ano passado, segundo o IBGE). Podemos destacar que apesar das diferenças e dificuldades enfrentadas a mulher é única e capaz de vencer as adversidades de seu cotidiano. Parabéns Mulher!!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa entrevista ?
Deixe o seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais no site e também nas entrevistas para televisão, rádio, assim como, para a minha coluna semanal ( De bem com a vida ) no Jornal do Commércio.

Atenciosamente

Dilza Santos