psicologia

Workshop de Meditação

O Workshop de Meditação vem proporcionar uma experiência de meditação para aqueles que não estão familiarizados com a meditação e os benefícios que ela pode lhes proporcionar, mas que tem o desejo de começar a vivenciar essa experiência.

  • Serão apresentadas as técnicas de meditação, seus benefícios e exercícios práticos

Venha participar! Conheça-se! Conecte-se!

 

Setembro Amarelo: Juntos pela Valorização da Vida

O Suicídio é a terceira maior causa de morte entre jovens no mundo. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais. A depressão esta em primeiro lugar, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.

No Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10 de setembro), a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OMS) alertaram para este grave problema de saúde pública responsável por uma morte a cada 40 segundos no mundo. Setembro Amarelo

Em comunicado, a OPAS/OMS reconheceu o suicídio e as tentativas de suicídio como uma prioridade na agenda global de saúde e incentivou os países a desenvolver e reforçar estratégias de prevenção, quebrando estigmas e tabus existentes sobre os assunto.

É importante destacar que a prevenção é fundamental para salvar vidas, mesmo sendo uma luta silenciosa, ela tem que ser continua. Outro fator importante a ser destacado é o ritmo acelerado em que as pessoas estão vivendo, cada dia mais estressada e menos conectadas com a própria saúde física e mental. Setembro amarelo

Mais em sua página oficial

Parar, respirar, observar, escutar o que o outro tem a dizer ou até mesmo falar, falar sobre o que está incomodando é extremamente importante para nossa saúde mental, a conexão com si mesmo também traz inúmeros benefícios ao corpo e a mente, ao fazer essa conexão você se torna uma pessoa melhor e percebe com mais leveza, amorosidade e sem julgamentos as coisas ao seu redor.

Os problemas existem, mas sempre tem uma saída, não se pode jamais perder a esperança, amanhã é um novo dia, uma nova chance de escrever uma nova história, mais uma chance de ser feliz, mesmo com inúmeros problemas VIVER É A MELHOR OPÇÃO!

Setembro Amarelo

É muito importante saber que você não está só!  Converse com alguém, procure ajuda, acredite, tem alguém que se importa com você, alguém que você pode contar de verdade!

Reúna-se com pessoas que te fazem bem, sorria, muitas vezes se faz necessário a ajuda de profissionais qualificados para lidar com problemas pesados demais, se está se sentindo assim, procure ajuda especializada, você vai sentir esse peso diminuindo ao desabafar, ao falar como você está se sentindo.

Procure um especialista!

É muito importante todos se envolverem na valorização da vida, reduzir a taxa de suicídio é um desafio coletivo, todos pela valorização da vida, o silêncio tem que ser rompido, é preocupante o número de jovens que tem desistido da vida, a troca de informações pode ser muito útil para diminuir esses índices.

É importante destacar que toda tentativa tem que ser olhada com atenção, infelizmente é um problema visto como se a pessoa quisesse chamar atenção, é preciso ver essa temática como de fato é, sério e grave, sendo necessário quebrar tabus e abordar com seriedade esse tema, promovendo palestras de valorização da vida, nas escolas, hospitais, igrejas, organizações, fazer com que isso ganhe visibilidade e assim mostrar para essas pessoas que existe ajuda.

São varias as causas que levam a pessoa a cometer o suicídio, entre elas os transtornos mentais, como transtorno de humor que leva a depressão, também outras causas, como: atitudes impulsivas de pessoas diante de uma perda de emprego, fim de um relacionamento, morte de um familiar, dívidas entre outros. Segundo pesquisas o risco de suicídio em pessoas com perturbações de humor (principalmente depressão) é de 6 a 15%. Falar é a solução! Todos juntos pela valorização da vida!

DICAS DE BEM COM A VIDA – Setembro Amarelo

  • Falar é a solução, viver é a melhor opção;
  • Converse com alguém;
  • A morte nunca será a solução;
  • Se tem algo pesado demais, procure ajuda de um especialista;
  • Foque em pensamentos positivos;
  • Não se isole, converse com seus amigos, seus familiares;
  • Busque atividades que lhe proporcione bem estar;
  • Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Esclareça suas dúvidas, estamos a disposição para melhor atendê-lo sobre nossos serviços e nossa infraestrutura.

 (92) 99127-6558/3087-8618

 contato@dilzasantos.com.br

Entrevista de emprego X Ansiedade

O processo na busca de um emprego tem sido um desafio constante na vida daqueles que querem se recolocar no mercado de trabalho ou buscam o primeiro emprego. E essa procura em alguns casos pode contribuir para o adoecimento do indivíduo. É normal o candidato ficar ansioso, tenso, inquieto, porém quando isso sai do contexto “normal”é preciso procurar ajuda. A ansiedade exagerada traz inúmeros sintomas que comprometem o bom desempenho do candidato em uma entrevista de emprego.

E o que poucas pessoas sabem é que esse processo traz sofrimento antes, durante e depois da entrevista. O candidato sofre antecipadamente por medo, afinal o emprego que tanto deseja esta mais próximo do que se imagina, e essa ansiedade acaba comprometendo sua noite de sono e consequentemente sua entrevista de emprego. Sofre durante porque ele esta de frente com a pessoa que vai avaliar se ele esta apto ao cargo pretendido e por ultimo que acho o mais cruel, é a espera.

O candidato sofre com a espera, porque na maioria das vezes, essa resposta não chega nunca. Destaco a falta de respeito com o candidato quando isso acontece, o retorno ao candidato se passou ou não para a próxima fase é importante sim no processo seletivo e hoje temos inúmeros recursos para dar esse retorno, mas infelizmente isso acontece frequentemente ( O candidato não recebe o feedback ), trabalhei anos na área de recursos humanos e nunca deixei nenhum candidato sem resposta. Muito se ouve; Não tenho tempo!

É corrido demais! Mas já pensou se fosse você nesta situação? Digo que sempre é bom nos colocar no lugar do outro por alguns segundos, porém o mais difícil é as pessoas terem essa sensibilidade. As pessoas estão mais preocupadas em fechar a vaga e não imaginam o quanto esse retorno e importante para o candidato, que nessas alturas esta com inúmeros porquês na cabeça. E isso acaba afetando sua autoestima em futuras entrevistas, além do medo de concorrer com outros profissionais.

Atualmente tem se observado excelentes profissionais fora do mercado de trabalho e com isso a competitividade se destaca. Fato este que também contribui para essa tensão nervosa causando um imenso estresse. O candidato já chega para entrevista se sentindo excluído por achar que tem alguém melhor que ele, muitos nem chegam a entrar na sala por extrema insegurança.

Reforço que é preciso trabalhar esses fantasmas e Acredite em você !! Você é capaz!!, Não desista nunca de seus sonhos!!.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Prepare um bom currículo;
  • Não minta na entrevista;
  • Adquira novos conhecimentos, algo que pode contribuir em sua carreira profissional.
  • Tenha uma boa noite de sono para acordar bem disposto;
  • Mantenha o equilíbrio;
  • Confirme sempre a data e horário da entrevista;
  • Se não acontecer agora, não desista, não desanime;
  • Compartilhe com amigos sua experiência profissional troque idéias;
  • Aumente sua rede de networking;
  • Humildade abre portas;
  • Organize-se, a organização e fundamental na vida das pessoas;
  • Evite bebidas alcoólicas;
  • Não chegue atrasado, procure o local com antecedência;
  • Vista-se de forma adequada;
  • Não perda o foco;
  • Pesquise sobre a empresa que você esta concorrendo à vaga;
  • Pensamento positivo sempre;
  • Acredite no seu potencial;
  • Relaxe, não existe entrevista perfeita, seja você mesmo, não tente vender uma imagem que não é sua;
  • Pratique algumas técnicas de relaxamento antes da entrevista;
  • É normal ficar ansioso, porém se essa ansiedade se tornar um problema é necessário procurar ajuda psicológica.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente

Dilza Santos

Matriz: AV. Cláudio Protilho, N.º 365 Eliza Miranda Mall – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – CEP: 69077-738.

 Unidade I: Adianópolis.

 Unidade II: Vieiralves

 (92) 99127-6558

 dilza@dilzasantos.com.br

birra de criança

Cuidado com as birras das crianças!

Cuidado com as birras das crianças: O tema escolhido hoje foi sugerido por uma de nossas leitoras, M.F.S, ela tem 2 crianças uma de 2 anos e outra de 4 anos, ela não está sabendo lidar com a birra das pequenas. E solicitou a abordagem deste tema.

Quem nunca viu uma criança se jogando no chão, gritando, chamando a atenção dos pais e de todos presentes, lidar com a birra não é fácil, mas é muito importante neste processo manter o equilíbrio para não perder a cabeça.

Em uma enquete realizada no site Crescer, 63% dos 158 participantes afirmaram que os filhos fizeram mais birra entre 2 e 4 anos. É nessa idade que as crianças testam os limites dos pais e diante da frustração de um NÃO, choram, esperneiam, gritam, se jogam no chão.

É fundamental refletir sobre a educação de nossas crianças, muitos pais não estão sabendo lidar com essa situação em casa e quando há mais de uma criança isso se torna muito mais difícil. É preciso destacar que crianças precisam de limites, que o mau uso do sim ou do não refletem negativamente no desenvolvimento desses pequenos. Amar não é deixar a criança fazer tudo que quer, amar é preparar essa criança para vida, para os desafios que ela vai enfrentar na fase adulta.

birras das crianças

Muito cuidado para não mascarar a falta de pulso, de paciência, de tempo, ou melhor, de limites. É fácil comprar, jogos, tabletes, brinquedos entre outros para diminuir a “culpa”. Refiro-me a falta de vínculos, diálogo amor entre os pais e a criança que vem perdendo feio para os aparelhos eletrônicos. Não se vê mais o fortalecimento das relações interpessoais, as crianças vivem isoladas no mundo virtual ou em jogos violentos, elas não brincam, não correm, estão cada vez mais isoladas e sedentárias, o que infelizmente é uma realidade em muitos lares. E não é as crianças que compram os aparelhos eletrônicos, são os pais!

É fundamental estabelecer regras, afinal na fase adulta as coisas não são fáceis, a cada dia a competitividade vem se tornando uma realidade na vida, refletir sobre a educação que está sendo inserida é extremamente importante, todos tem que se envolver, não é só responsabilidade da mãe ou do pai, todos tem que se envolver na educação, no cuidado com seus pequenos e a escola é uma grande parceira nesta caminhada.

Curta seu tempo ao lado da família, o tempo passa, surgem coisas novas, novas tecnologias, mas a família jamais será substituída ela é à base de tudo. O individuo sem família perde sua identidade. Fortaleça os vínculos familiares, amar é educar!

Vamos refletir com algumas frases de Içami Tiba: “Educar dá trabalho, mas os frutos são colhidos pelo resto da vida”. “O sim só faz sentido se existir o não”. “Quem ama educa”. “O melhor meio de desarmar a birra é não atender nada do que for exigido por essa estratégia”.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Não perca o controle;
  • Seja firme, mas acolhedor;
  • Não caia na chantagem emocional, mantenha a palavra;
  • Dê bons exemplos em casa;
  • Não dê atenção à birra;
  • Não meça forças com a criança;
  • Não tente resolver as coisas na hora da raiva;
  • Fortaleça os vínculos com seu filho;
  • Demonstre seu amor, sua preocupação;
  • Saiba o momento do não e do sim (limites fazem parte da educação);
  • Seja um bom modelo para seu filho, não discuta na frente dos filhos;
  • Se precisar procure ajuda de um especialista!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Para agendar uma consulta entre em contato:

(92) 99127-6558/3087-8618

 contato@dilzasantos.com.br

Síndrome do Pânico

Síndrome do Pânico: A importância do tratamento

Síndrome do Pânico: O Brasil tem mais de 9% da população com algum transtorno de ansiedade, são mais de 18 milhões de pessoas nessa situação de acordo com a reportagem do fantástico (20.08.17).

Infelizmente esses dados não são uma boa notícia, mas o que tem contribuído para que as pessoas tenham essa ansiedade exagerada?

Muito se fala em ansiedade, estresse, síndrome do pânico e depressão, mas o que estamos fazendo para perder o equilíbrio? Ou melhor o que temos feito para não perder o equilíbrio?

Enfim vários fatores podem contribuir para esse desequilíbrio.

Infelizmente os transtornos mentais tem afetado milhões de pessoas e a estatística só aumentam. Vive-se uma epidemia silenciosa de suicídio, depressão entre outras doenças e isso é alarmante.

É claro que a ansiedade faz parte da vida do indivíduo, é um recurso natural, porém quando traz sintomas desagradáveis para o corpo e a mente se torna patológica, afinal tudo em exagero acaba nos adoecendo e as cobranças da vida moderna são alguns geradores dos quadros ansiosos, neste contexto é extremamente importante o acompanhamento de um psicólogo ou psiquiatra.

Nosso cérebro também tem um sistema de alerta, quando percebemos uma ameaça ele nos prepara para fugir ou lutar, neste contexto sentir medo é normal. Porém quando esse alarme dispara sem motivos, temos uma síndrome, a síndrome do pânico.

Quem sofre com a síndrome do pânico costuma ter crises de medo ou ansiedade que vem do nada, como o simples fato de ficar sozinho em casa, o sistema de alerta fica desgovernado, a respiração acelera, o coração dispara, os músculos ficam tensos, calafrios ou o suor aumenta, ao perceber esses sintomas a pessoa fica ainda mais ansiosa, então cresce a sensação de que vai morrer, acha que não tem saída. É desesperador a sensação de quem sofre com esta síndrome.

É muito importante frisar que a síndrome do pânico não é frescura, não é falta do que fazer, é doença, precisa de tratamento, não julgamento.

O paciente precisa ser acolhido, tratado e não julgado! Se não pode ajudar, não julgue!

Síndrome do Pânico

Algumas características da síndrome:

  • Tremor ou abalos;
  • Medo de morrer;
  • Sudorese;
  • Tremores;
  • Paralisação;
  • Calafrios ou onda de calor;
  • Tensão nos músculos;
  • Taquicardia entre outros…

Segundo a Previdência Social, os transtornos mentais já são a terceira razão de afastamentos do trabalho no Brasil, sendo que os gastos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) giram em torno de R$ 200 milhões em pagamentos de benefícios anuais, dado que reforça a importância de se criar medidas de prevenção.

Nesse contexto, a ansiedade, síndrome do pânico, assim como a depressão, são os males que mais afetam as pessoas.

Levantamentos da Organização Mundial da Saúde (OMS), mostram que atualmente cerca de 33% da população mundial sofre de ansiedade.

O Brasil tem aparecido sempre entre os primeiros das listas da organização.

Vamos nos conectar com o que nos faz bem, procurar relaxar, parar de sofrer por antecipação, adquirindo mais qualidade de vida, você poderá contribuir para a redução do estresse e ansiedade, evitando assim vários problemas emocionais, afinal “

Cuidar da  mente é cuidar da vida”.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Viva melhor o seu aqui agora;
  • Conecte-se com o que te faz bem;
  • Saiba a diferença entre pânico e medo;
  • Visite seu médico regularmente;
  • Curta mais sua família;
  • Evite diagnósticos precipitados, procure um especialista;
  • Respeite seu sono e durma;
  • Pratique exercícios físicos;
  • Pratique meditação/yoga
  • Mantenha a calma;
  • Evite sofrer por antecipação;
  • Se não conseguir controlar sua ansiedade procure ajuda de um especialista.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Esclareça suas dúvidas, estamos a disposição para melhor atendê-lo sobre nossos serviços e nossa infraestrutura.

 (92) 99127-6558/3087-8618

 contato@dilzasantos.com.br

Depressão

Depressão na adolescência

Depressão na adolescência

A depressão na adolescência é um desafio para pais e especialistas, esse diagnóstico é difícil, por seus sintomas serem confundidos com sintomas relacionados as alterações comportamentais desta fase, portanto é extremamente necessário a avalição de um especialista, preferencialmente que trabalhe com adolescentes.

O papel da família é muito importante, o que se percebe neste contexto são críticas, julgamentos por falta de conhecimento, frases como: “Isso é frescura”, “ Isso é preguiça” ou “ Falta do que fazer” são comentários que não ajudam em nada esse adolescente, é fundamental o acolhimento, a escuta, olhar para seu filho e dizer “ estou aqui”, demostrar afeto, demonstrar que realmente se importa com ele.

É preciso observar o que esta acontecendo dentro de casa, muitos pais saem pela manhã e só voltam à noite e perdem a oportunidade de conhecer melhor os próprios filhos, outro fator que também contribui com a gravidade da depressão é a falta de conhecimento ou preconceito que acabam dificultando o diagnóstico, é preciso reforçar que depressão é uma doença, precisa ser tratada com seriedade, é uma das causas de morte crescente entre os jovens segundo a OMS.

Caso precise você pode contactar o Centro de Valorização da Vida que ajuda muitas pessoas com qualquer grau de depressão.

Talvez o maior problema seja realmente, falta de conhecimento e muito julgamento, enquanto fingir que a depressão não é um problema grave, essa epidemia ganhará força silenciosamente e contribuirá com a desvalorização da vida, infelizmente o final de uma doença cruel como essa é em sua grande maioria o suicídio.

Segundo pesquisas 90% das pessoas que cometem o suicídio sofrem de algum transtorno entre eles a depressão, dependência de álcool ou outras drogas. É importante ficar alerta aos sinais, pais, mães, irmãos e amigos próximos do deprimido, observar as mudanças de comportamento e procurar um especialista, em muitos casos é extremamente necessário à busca por um psiquiatra para se identificar se há algum distúrbio a ser tratado ou se há abuso de drogas, tudo tem que ser analisado minuciosamente e para isso se faz necessário a avaliação de um especialista.

Reduzir a taxa de suicídio é um desafio coletivo, todos tem que estar envolvidos, o silêncio tem que ser rompido, é alarmante o numero crescente de jovens que tem desistido da vida a troca de informações pode ser muito útil para diminuir esses índices.

É importante promover a vida, o amor, fase difícil todo mundo tem, mas é importante acreditar em um novo amanhã, uma nova chance de fazer diferente, conectar-se com algo positivo que nos faz adquirir forças para enfrentar nossos maiores desafios, e se não for possível passar por isso sozinho, vamos buscar ajuda, depressão tem tratamento, e o mais importante é dar esse primeiro passo, sozinho se torna difícil essa caminhada é procurar ajuda já é um grande passo neste processo.

Algumas características que pode-se observar na depressão

  • Irritação;
  • Mudança de humor;
  • Agressividade;
  • Isolamento;
  • Insônia;
  • Perda de interesse nas atividades normais;
  • Baixa autoestima entre outros…
  • Também podemos identificar reações físicas

Dores de barriga, má digestão, azia, flatulência, diarreia, dores de cabeça, e outras dores sem qualquer explicação cientifica.

Dica importante: Se conhece alguém que esta com depressão, não julgue, faça o acolhimento ou indique um especialista, mas não julgue!
Sempre chame algum especialista

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Fale com alguém sobre isso;
  • Sentir-se triste o tempo todo não é normal;
  • Pais: conversem com seus filhos;
  • É fundamental fortalecer os vínculos familiares;
  • Evite pensamentos negativos;
  • Praticas de atividade físicas ajudam muito;
  • Pais: Observem o comportamento de seus filhos;
  • Adolescente: Dê mais valor à vida!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Matriz: AV. Cláudio Protilho, N.º 365 Eliza Miranda Mall – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – CEP: 69077-738.

 Unidade I: Adianópolis.

 Unidade II: Vieiralves

 (92) 99127-6558

 dilza@dilzasantos.com.br

Os impactos da crise

Os impactos da crise econômica na saúde

Os impactos da crise econômica na saúde: Quando tudo parece estar caminhando para uma nova fase em nossa economia, surge uma notícia que afeta a vida de todos os brasileiros, novamente a sombra da instabilidade, da dúvida ganha força e a ansiedade, o medo, a angustia de não saber se estará empregado no dia seguinte é algo comum nos dias de hoje.

E nesta atmosfera pesada, coberta de dúvidas e incertezas, onde a insegurança aumenta a cada segundo, silenciosamente surgem sintomas que contribui para o adoecimento do indivíduo, afetando suas relações interpessoais, seu trabalho entre outros, é fato que a crise financeira é uma porta aberta para outras crises, principalmente para a depressão. Porém é importante frisar que cada indivíduo vivência esse momento de instabilidade de acordo com sua estrutura psicológica, aqueles que só pensam negativamente, vivem com a autoestima baixa ou estão passando por uma crise emocional, estão mais vulneráveis, outro fator é que essa é uma fase crítica que afeta a todos, principalmente os empresários que terão o desafio de manter sua produtividade e qualidade neste ciclo instável.

O cenário é preocupante, vive-se uma crise em todos os setores, mas é fundamental manter o equilíbrio para não adoecer ou enlouquecer com tantas mudanças e notícias desagradáveis, o país esta passando por um momento delicado, mas o desespero não ajuda em nada neste contexto, é necessário se ter em mente que as crises embora dolorosas, permitem renovação, ou seja, o ser humano tem uma capacidade imensa de se reinventar, o psiquismo criativo acaba sempre se adaptando a novos desafios e na maioria das vezes não se percebe isso.

Existem pessoas que se descobrem criativas e se reinventam após vivenciar um momento difícil na vida, é claro que cada caso é um caso, mas até mesmo aqueles que não se percebem vencedores, são capazes de vencer as adversidades da vida, o importante é ir à luta, não desistir, acreditar, pensar positivo, contar com o apoio da família e amigos é fundamental nesse processo de renascimento.

Na maioria das vezes quando uma porta se fecha, lá na frente abre-se várias portas, tudo na vida traz um ensinamento e contribui para nosso crescimento intelectual e espiritual.

Portanto desistir jamais! Lute por seus sonhos prepare-se para enfrentar os obstáculos que fazem parte da vida, é nítido o semblante desmotivado das pessoas quando ouvem um não, nem sempre o não é o fim, ele pode ser extremamente necessário para se sair da zona de conforto e construir um novo ciclo da vida ou sair do tédio, nem todos estão preparados para escrever uma nova história, mas todos podem sim ter um final feliz.

Não crie tanta expectativa, expectativas descontroladas geram sintomas nada agradáveis, neste caso o controle emocional é fundamental para não se frustrar e chegar à depressão, que por sinal este tem sido um vilão silencioso na vida daqueles que perderam a esperança em um novo amanhã.

Se perceber que algo não esta bem, que esses acontecimentos estão afetando sua saúde procure a ajuda de um especialista.

 DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Não desiste de você
  • Pensamento positivo sempre;
  • Crie um plano B;
  • Aprenda a ver o lado bom da vida;
  • Faca um bom network;
  • Não pense na crise, faça dela um período de oportunidades;
  • Resgate sua autoestima;
  • A pratica da meditação e/ou Yoga ajudam no controle da ansiedade e do estresse;
  • Não crie pânico;
  • Reinventar-se não é uma má idéia;
  • Não pare de estudar, de buscar novos conhecimentos;
  • Desperte;
  • Acredite, você é capaz!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Matriz: AV. Cláudio Protilho, N.º 365 Eliza Miranda Mall – Distrito Industrial – Manaus – Amazonas – CEP: 69077-738.

 Unidade I: Adianópolis.

 Unidade II: Vieiralves

 (92) 99127-6558

 dilza@dilzasantos.com.br

O Mundo precisa de Paz, Amor, Solidariedade e Respeito

O que mais temos observado são cenas de horror pelo mundo, crianças, adolescentes e adultos morrendo em meio a uma guerra que não tem fim, ficamos chocados também coma falta de respeito que as pessoas insistem em ter com os mortos, hoje a solidariedade esta esquecida, as pessoas se preocupam em tirar fotos ou fazer um filme do horror pensando nos likes. Que sociedade é essa? Onde estão nossos valores familiares, a empatia, o respeito com o outro, com sua dor? Qual o modelo de mundo que estamos deixando para nossos filhos e netos?

Tenho observado cenas que agridem, desrespeitam e ferem a alma humana e muitos batendo palmas, idolatrando um exemplo deturbado do que realmente é respeito, será que estamos tão ultrapassados que é normal agredir uma mulher verbalmente, psicologicamente, fisicamente e assim ter o apoio da população? Sinceramente tenho me feito a seguinte pergunta: Que modelo de mundo é esse? Confesso que estou sem respostas….

Mesmo sendo chamada de atrasada, careta ou fora de moda, ainda assim não abro mão do que acredito ser o certo, da educação que recebi de meus pais, confesso que não sou dona da razão, porém acredito que a família é à base de tudo e muito importante na formação de nosso caráter. Vejo jovens tendo como modelo, péssimos exemplos, acredito que nós como pais e responsáveis por nossos filhos temos que acordar urgentemente! Deixar o mundo virtual e ser pai e mãe, porque as crianças estão sendo educadas por seus tabletes assessoradas pela internet, é fácil não dá trabalho.

Engana-se quem pensa que criar um filho é deixa-lo no quarto com a internet e seus amigos virtuais, vamos acordar já, para não chorar depois! É preciso reforçar os vínculos familiares, educação, respeito e amor ao próximo, ensinar para os meninos que as mulheres merecem respeito e não ser vista como um objeto sexual.

Recentemente conversando com uma de minhas leitoras Vanessa Costa comentamos sobre aqueles indivíduos que vivem em cárcere de sua rotina individual, pessoas que só pensam em si mesmas, vivem no glamour, são super populares, porém vazias, fúteis, nunca fazem nada por seu próximo, vivem no mundo de Alice, totalmente fora da realidade, nas mídias sociais dizem lamentar pela violência do planeta, porém não fala com a mãe, nunca deu um bom dia para o porteiro do prédio ou o vizinho ao lado, vivem uma farsa. Infelizmente não é difícil encontrar esse perfil por aí.

Porém sempre é tempo de fazer diferente, ser hoje alguém melhor que ontem, não desista de seus filhos, não desista de você, ame seu próximo, dinheiro não compra a paz de espirito de ninguém, magoas, raiva, inveja são sentimentos que podem fazer parte da vida de qualquer pessoa, mas não se deve dar força a sentimentos negativos. Dê força ao amor, a solidariedade, a paz, a união entre os povos, só assim você encontrará o que tanto procura. Pense nisso!

Quero agradecer nossa leitora Vanessa Silva da Costa na sugestão do tema!

DICAS DE BEM COM A VIDA

– Sorria, converse com amigos, seja leve;

– Converse mais com as pessoas fora do mundo virtual;

– Fortaleça seus vínculos familiares;

– Faça o bem e faça esse bem se multiplicar;

– Leve uma palavra amiga, um sorriso, um apoio a alguém;

– Saia de sua zona de conforto e ajude seu próximo;

– Seja menos egoísta;

– Pare de reclamar da vida o tempo todo, aprenda com os erros e faça a diferença;

Click no link abaixo para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click no link abaixo para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou desse artigo ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

INSÔNIA: Noite sem fim

Os sinais da vida acelerada tem ficado mais frequente e contribuído para o adoecimento. Esses sinais se dão ao nível de ansiedade e estresse que o individuo vivi em seu cotidiano, muitas vezes detectada em níveis elevados, o que tem afetado principalmente aquela desejada noite de sono comprometendo assim a qualidade de vida das pessoas, pode se tornar mais comum com a idade, pequenos ruídos podem despertar uma pessoa idosa facilmente do que uma pessoa mais jovem. Segundo pesquisas no Brasil a insônia é um distúrbio que afeta 36,5% da população, ter uma boa noite de sono é fundamental para nossa saúde mental, além de contribuir com nosso sucesso profissional, nossa criatividade e bom humor.

Mas o que é Insônia? É a falta de sono, dificuldade prolongada e anormal para adormecer, incapacidade de dormir adequadamente, dificuldade de iniciar ou manter o sono. Essa falta do sono satisfatório tem se tornado um problema de saúde pública e criado uma série de mau hábitos um deles é a automedicação, as pessoas tem tomado remédios para dormir por conta própria e isso tem criado sérios problemas a saúde de quem o faz, esse é um comportamento inconsequente que tem se tornado comum nos dias de hoje, o acesso a internet como todos sabem tem dois lados: positivo e negativo, e neste contexto o lado negativo é a facilidade que as pessoas têm de se automedicar através das consultas virtuais, não levam em consideração a fonte de tal indicação, a confiabilidade do site em que estão pesquisando o que é um risco enorme para a saúde, principalmente se tratando dos cibercondríacos.

É fato que a insônia é um problema grave, porém a vários fatores que podem contribuir para a insônia: perda de emprego, trabalhar sobre pressão, divórcio, dívidas, estresse, perda de um ente querido, além de álcool e outras drogas. E você tem dormido pouco?  Você já percebeu que uma noite sem dormir afeta seu rendimento na empresa?  É fato que todo mundo tem seus problemas e suas particularidades, mas tudo na vida se é demais ou de menos merece uma atenção especial. Até uma ponte se ela receber mais peso além do que ela pode suportar pode ceder, assim são as pessoas, portanto é importante estar atendo aos sinais, quanto mais cedo procurar ajuda, menos sofrimento.

É importante esse alerta para a insônia não se tornar crônica, neste contexto pode afetar gravemente a memória e concentração como também contribui para elevar a ansiedade, depressão, irritabilidade, sentimento de insatisfação constante, baixo rendimento profissional, prejuízo do convívio social e aumento do risco de acidentes com veículos automotores, ao perceber esses sintomas procure ajuda!

A prevenção é uma ferramenta poderosa para o não adoecimento, busque sua qualidade de vida, leve a sério seu tratamento médico, evite consultas virtuais, se não esta conseguindo dormir é claro que tem algo comprometendo esse descanso merecido, muito cuidado com o uso exagerado de álcool, cafeína, nicotina e fármacos, eles também podem afetar seu sono.

DICAS DE BEM COM A VIDA

Desligue os aparelhos eletrônicos na hora de dormir;

– Respeite seu horário de sono;

– Cuidado com a ansiedade exagerada;

– Ruídos, temperatura inadequada também afetam o sono;

– Não leve trabalho pra cama;

– Prepare-se para dormir, relaxe;

– Coloque o celular no modo silencioso ou desligue;

– Não fique preso a seus projetos do dia seguinte;

– Não sofra por antecipação;

– Não leve trabalho pra casa;

– Sorria, converse com amigos, seja leve;

– Inspire e Expire, Respire e Relaxe!

Click no link abaixo para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click no link abaixo para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou desse artigo ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

AEROFOBIA ( MEDO DE VOAR )

Ter medo de voar é mais comum do que se imagina, porém quando esse medo paralisa impossibilitando a pessoa de seguir sua rotina é necessário ajuda médica, evitando assim falsos diagnósticos. A aerofobia é o medo de voar seja de avião ou helicóptero é comum essa fobia estar interligada com outras fobias como claustrofobia (medo de espaços fechados e confinados) ou acrofobia (medo de altura) e tem se tornado muito frequente nesse ciclo da vida moderna. As pessoas que sofrem com esse problema sofrem muito e ficam angustiadas quando isso atrapalha os planos de viagem da família quando o único recurso para fazer a viagem dos sonhos é de avião, afeta a autoestima e em casos mais graves contribui para a depressão.

Outro fator preocupante são aquelas pessoas que tomam remédio para controlar essa ansiedade por conta própria, isso é grave, a automedicação pode trazer graves consequências, podendo agravar a doença, além de esconder os sintomas. Atenção!  O uso de remédios de maneira incorreta ou irracional pode trazer, ainda, consequências como: reações alérgicas, dependência e até a morte, evite a automedicação, procure um médico.

Mas o que é fobia? É um medo persistente e irracional de um determinado objeto, animal, atividade ou situação que represente pouco ou nenhum perigo real, mas que, mesmo assim, provoca ansiedade extrema. A fobia costuma ser de longa duração, provoca intensas reações físicas e psicológicas e pode comprometer seriamente a qualidade de vida de quem a tem.

De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico de Doenças Mentais, a fobia simples pode ser dividida em, pelo menos, cinco categorias:

  • Animais (aranhas, cobras, sapos, etc.);
  • Aspectos do ambiente natural (trovoadas, terremotos, etc.);
  • Sangue, injeções ou feridas;
  • Situações (alturas, andar de avião, elevador ou metrô, etc.);
  • Outros tipos (medo de vomitar, contrair uma doença, etc.).

Os sinais e sintomas dependem muito do tipo de fobia que você tem. No entanto, independentemente do tipo, algumas características são notadas em todos os indivíduos que apresentam fobias:

  • Sentimento de pânico incontrolável, terror ou temor em relação a uma situação de pouco ou nenhum perigo real;
  • Sensação de que você deve fazer todo o possível para evitar uma situação, algo ou alguém que você teme;
  • Incapacidade de levar sua vida normalmente por causa de um medo ilógico;
  • Presença e aparecimento de algumas reações físicas e psicológicas, como sudorese, taquicardia, dificuldade para respirar, sensação de pânico e ansiedade intensos, etc;
  • Saber que o medo que sente é irracional e exagerado, mas mesmo assim não ter capacidade para controlá-lo.

Algumas fobias mais comuns:

  • Acrofobia – medo de altura;
  • Agorafobia – medo de lugares abertos, de estar na multidão, lugares públicos ou deixar lugar seguro;
  • Aerodromofobia – medo de viagens aéreas;
  • Aracnofobia – medo de aranhas;
  • Azinofobia — medo de ser agredido pelos pais;
  • Claustrofobia – medo de espaços confinados ou lugares fechados ou seja, o oposto da agorafobia;
  • Coulrofobia — medo de palhaços.

O apoio da família neste contexto é muito importante, aliado as terapias, reforçando a importância do tratamento que pode ser lento, porém extremamente eficaz, portanto não desista.  Quem cuida da mente, cuida da vida!

Dicas de Bem com a Vida

  • Pratique exercícios físicos;
  • Evite pessoas negativas;
  • Tenha uma boa noite de sono;
  • Pratique Yoga / Meditação;
  • Evite sofrer por antecipação, pense em coisas boas;
  • Não seja uma pessoa que vive para agradar os outros;
  • Enfrente gradualmente seus medos;
  • Não tome remédio sem orientação médica;
  • Quando perceber que pode ter uma crise de ansiedade, relaxe, respire, tente ficar calmo;
  • Se não conseguir controlar sua ansiedade procure ajuda de um especialista.

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente

Dilza Santos