Respeito

birra de criança

Cuidado com as birras das crianças!

Cuidado com as birras das crianças: O tema escolhido hoje foi sugerido por uma de nossas leitoras, M.F.S, ela tem 2 crianças uma de 2 anos e outra de 4 anos, ela não está sabendo lidar com a birra das pequenas. E solicitou a abordagem deste tema.

Quem nunca viu uma criança se jogando no chão, gritando, chamando a atenção dos pais e de todos presentes, lidar com a birra não é fácil, mas é muito importante neste processo manter o equilíbrio para não perder a cabeça.

Em uma enquete realizada no site Crescer, 63% dos 158 participantes afirmaram que os filhos fizeram mais birra entre 2 e 4 anos. É nessa idade que as crianças testam os limites dos pais e diante da frustração de um NÃO, choram, esperneiam, gritam, se jogam no chão.

É fundamental refletir sobre a educação de nossas crianças, muitos pais não estão sabendo lidar com essa situação em casa e quando há mais de uma criança isso se torna muito mais difícil. É preciso destacar que crianças precisam de limites, que o mau uso do sim ou do não refletem negativamente no desenvolvimento desses pequenos. Amar não é deixar a criança fazer tudo que quer, amar é preparar essa criança para vida, para os desafios que ela vai enfrentar na fase adulta.

birras das crianças

Muito cuidado para não mascarar a falta de pulso, de paciência, de tempo, ou melhor, de limites. É fácil comprar, jogos, tabletes, brinquedos entre outros para diminuir a “culpa”. Refiro-me a falta de vínculos, diálogo amor entre os pais e a criança que vem perdendo feio para os aparelhos eletrônicos. Não se vê mais o fortalecimento das relações interpessoais, as crianças vivem isoladas no mundo virtual ou em jogos violentos, elas não brincam, não correm, estão cada vez mais isoladas e sedentárias, o que infelizmente é uma realidade em muitos lares. E não é as crianças que compram os aparelhos eletrônicos, são os pais!

É fundamental estabelecer regras, afinal na fase adulta as coisas não são fáceis, a cada dia a competitividade vem se tornando uma realidade na vida, refletir sobre a educação que está sendo inserida é extremamente importante, todos tem que se envolver, não é só responsabilidade da mãe ou do pai, todos tem que se envolver na educação, no cuidado com seus pequenos e a escola é uma grande parceira nesta caminhada.

Curta seu tempo ao lado da família, o tempo passa, surgem coisas novas, novas tecnologias, mas a família jamais será substituída ela é à base de tudo. O individuo sem família perde sua identidade. Fortaleça os vínculos familiares, amar é educar!

Vamos refletir com algumas frases de Içami Tiba: “Educar dá trabalho, mas os frutos são colhidos pelo resto da vida”. “O sim só faz sentido se existir o não”. “Quem ama educa”. “O melhor meio de desarmar a birra é não atender nada do que for exigido por essa estratégia”.

DICAS DE BEM COM A VIDA

  • Não perca o controle;
  • Seja firme, mas acolhedor;
  • Não caia na chantagem emocional, mantenha a palavra;
  • Dê bons exemplos em casa;
  • Não dê atenção à birra;
  • Não meça forças com a criança;
  • Não tente resolver as coisas na hora da raiva;
  • Fortaleça os vínculos com seu filho;
  • Demonstre seu amor, sua preocupação;
  • Saiba o momento do não e do sim (limites fazem parte da educação);
  • Seja um bom modelo para seu filho, não discuta na frente dos filhos;
  • Se precisar procure ajuda de um especialista!

Click aqui para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click aqui para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou dessa matéria ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos

Para agendar uma consulta entre em contato:

(92) 99127-6558/3087-8618

 contato@dilzasantos.com.br

O Mundo precisa de Paz, Amor, Solidariedade e Respeito

O que mais temos observado são cenas de horror pelo mundo, crianças, adolescentes e adultos morrendo em meio a uma guerra que não tem fim, ficamos chocados também coma falta de respeito que as pessoas insistem em ter com os mortos, hoje a solidariedade esta esquecida, as pessoas se preocupam em tirar fotos ou fazer um filme do horror pensando nos likes. Que sociedade é essa? Onde estão nossos valores familiares, a empatia, o respeito com o outro, com sua dor? Qual o modelo de mundo que estamos deixando para nossos filhos e netos?

Tenho observado cenas que agridem, desrespeitam e ferem a alma humana e muitos batendo palmas, idolatrando um exemplo deturbado do que realmente é respeito, será que estamos tão ultrapassados que é normal agredir uma mulher verbalmente, psicologicamente, fisicamente e assim ter o apoio da população? Sinceramente tenho me feito a seguinte pergunta: Que modelo de mundo é esse? Confesso que estou sem respostas….

Mesmo sendo chamada de atrasada, careta ou fora de moda, ainda assim não abro mão do que acredito ser o certo, da educação que recebi de meus pais, confesso que não sou dona da razão, porém acredito que a família é à base de tudo e muito importante na formação de nosso caráter. Vejo jovens tendo como modelo, péssimos exemplos, acredito que nós como pais e responsáveis por nossos filhos temos que acordar urgentemente! Deixar o mundo virtual e ser pai e mãe, porque as crianças estão sendo educadas por seus tabletes assessoradas pela internet, é fácil não dá trabalho.

Engana-se quem pensa que criar um filho é deixa-lo no quarto com a internet e seus amigos virtuais, vamos acordar já, para não chorar depois! É preciso reforçar os vínculos familiares, educação, respeito e amor ao próximo, ensinar para os meninos que as mulheres merecem respeito e não ser vista como um objeto sexual.

Recentemente conversando com uma de minhas leitoras Vanessa Costa comentamos sobre aqueles indivíduos que vivem em cárcere de sua rotina individual, pessoas que só pensam em si mesmas, vivem no glamour, são super populares, porém vazias, fúteis, nunca fazem nada por seu próximo, vivem no mundo de Alice, totalmente fora da realidade, nas mídias sociais dizem lamentar pela violência do planeta, porém não fala com a mãe, nunca deu um bom dia para o porteiro do prédio ou o vizinho ao lado, vivem uma farsa. Infelizmente não é difícil encontrar esse perfil por aí.

Porém sempre é tempo de fazer diferente, ser hoje alguém melhor que ontem, não desista de seus filhos, não desista de você, ame seu próximo, dinheiro não compra a paz de espirito de ninguém, magoas, raiva, inveja são sentimentos que podem fazer parte da vida de qualquer pessoa, mas não se deve dar força a sentimentos negativos. Dê força ao amor, a solidariedade, a paz, a união entre os povos, só assim você encontrará o que tanto procura. Pense nisso!

Quero agradecer nossa leitora Vanessa Silva da Costa na sugestão do tema!

DICAS DE BEM COM A VIDA

– Sorria, converse com amigos, seja leve;

– Converse mais com as pessoas fora do mundo virtual;

– Fortaleça seus vínculos familiares;

– Faça o bem e faça esse bem se multiplicar;

– Leve uma palavra amiga, um sorriso, um apoio a alguém;

– Saia de sua zona de conforto e ajude seu próximo;

– Seja menos egoísta;

– Pare de reclamar da vida o tempo todo, aprenda com os erros e faça a diferença;

Click no link abaixo para ler mais artigos sobre Qualidade de Vida e Bem Estar:

http://www.dilzasantos.com.br/noticias-e-publicacoes/

Click no link abaixo para conhecer nossos serviços:

http://www.dilzasantos.com.br

Gostou desse artigo ?

Deixe ou seu comentário, gostaríamos também de receber sugestões de assuntos que vocês gostariam de ver nas nossas publicações semanais.

Atenciosamente.

Dilza Santos